15 de agosto de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Sesi e Casas Jardim promovem seminário de SST para pintores

Evento realizado na quinta-feira, 14, teve como público pintores imobiliários e decorativos

Evento foi realizado na Casa da Indústria | Assessoria

As Casas Jardim e o Serviço Social da Indústria (Sesi) realizaram o ‘1º Seminário de Segurança no Trabalho: Pintor Seguro’. O evento aconteceu na última quinta-feira, 14, na Casa da Indústria, e contou com o apoio do Sindicato da Construção Civil (Sinduscon/AL), Equatorial Alagoas, Pincéis Atlas, 3M, Ibratin, Suvinil e Tintas Coral.

A programação teve palestras e apresentação do Teatro Socioeducativo do Sesi, que abordou a Segurança e Saúde no Trabalho (SST) de forma lúdica, além da distribuição de brindes, prêmios e sorteio de cursos da NR-35.

O seminário surgiu de uma demanda dos profissionais da pintura imobiliária e decorativa que estão, constantemente, expostos a riscos em relação à saúde e à segurança. Por isso, foram abordados temas como “Uso seguro da eletricidade”, pelo engenheiro de Segurança da Equatorial, Bruno Pimentel, e “Segurança na Construção Civil”, pelo engenheiro de Segurança do Sesi/AL, Diogo Brandão e pelo instrutor de Educação Corporativa do Sesi/AL, Walber Pitombeira.

Pintores lotaram o auditório da Casa da Indústria | Assessoria

O gerente de Segurança e Saúde para a Indústria (SSI) do Sesi Alagoas, engenheiro Alexandre Calzado, explica como a entidade pode contribuir para um ambiente de trabalho mais seguro, saudável e produtivo. “O Sesi atua há muitos anos na área de saúde e segurança do trabalho e, além das empresas, atende aos funcionários e a toda a cadeia de fornecedores. Esse público que está aqui, hoje, faz parte disso!”, afirmou.

O empresário Luiz Jardim lembrou que, após receber a demanda dos trabalhadores que participam do Clube do Pintor, procurou a Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea) para buscar uma parceria. Durante as conversas, o projeto cresceu até se transformar no seminário para atender a uma preocupação da categoria.

“Nós temos um clube de relacionamento [com os pintores] onde sempre fazemos treinamentos. Em um determinado momento, um pintor muito conhecido deles [foi diagnosticado] com problema de pulmão. Depois ocorreu um acidente em Maceió e o pessoal disse: está na hora da gente voltar ao tema”, revela.

A presidente da Comissão de Ação Social do Sinduscon, Luíza Brasileiro, destacou como é importante realizar eventos deste tipo para pessoas que trabalham com o risco, entre eles, trabalho em altura. “É superimportante que eles estejam ok, sempre se renovando, se reciclando com essa questão da segurança do trabalho”, disse.

Morgana era a única mulher entre os profissionais | Assessoria

Entre dezenas de profissionais presentes na Casa da Indústria, Morgana dos Santos Araújo era a única mulher. Ela não abre mão dos equipamentos de segurança, principalmente, quando precisa utilizar o andaime. Na profissão que exerce há dois anos, Morgana conta que enfrenta preconceito, mas, que isso não atrapalha o trabalho dela. “Eu sou muito detalhista, gosto de tudo perfeitinho”, disse.