22 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Sesi e Cesmac renovam parceria para a formação de médicos

Alunos aprendem a realidade da profissão, na prática, nas unidades do Sesi

Estudantes do Cesmac fazem estágio no Sesi | Assessoria

Depois dos bons resultados alcançados na formação de novos médicos para o mercado de trabalho, o Serviço Social da Indústria (Sesi) e o Centro Universitário Cesmac renovaram a parceria iniciada em 2021. Há poucos dias, dois novos alunos do Programa de Residência Médica da instituição de ensino superior começaram a estagiar na área de Saúde da entidade da indústria.

O gerente executivo de Saúde e Segurança do Trabalho (SST) do Sesi/AL, Alexandre Calzado, fez uma avaliação positiva da primeira turma recém-formada no programa. “A experiência foi muito boa, de ambas as partes. Os médicos conheceram mais sobre o mercado na área de saúde ocupacional e, de acordo com a evolução que tiveram, já saíram prontos”, afirmou.

Ele explica como foi o processo de aprendizado nas unidades de saúde do Sesi, pelo qual a nova turma também irá passar. “Eles passaram seis meses, no total, dividindo as atividades entre o acompanhamento dos nossos profissionais da área de segurança do trabalho (técnicos e engenheiros), passaram um tempo no núcleo de SST, sob a supervisão do nosso médico coordenador, e, no final, foram para o atendimento das clínicas de saúde do Sesi”, revela.

O programa forma profissionais diferenciados e melhor preparados para o mercado de trabalho, como afirma a coordenadora da Comissão de Residência Médica do Cesmac, a médica especialista em Medicina do Trabalho Marilurdes Monteiro Barros.

“A parceria entre as instituições proporciona o aprimoramento do Programa de Residência Médica, levando à complementação da aprendizagem e à cooperação técnica com vistas a oportunidades de treinamento em serviço nas atividades de ensino. Além disso, possibilita que, através de uma formação técnica e ética, a sociedade passe a contar com profissionais muito mais qualificados”, disse.

A troca de experiências é enriquecedora, destaca a coordenadora de SST do Sesi, Carol Albuquerque. “Os residentes têm se mostrado muito satisfeitos com a nossa atuação, a equipe médica está em permanente atualização científica e buscando cada vez mais aperfeiçoar as condições para o aprendizado deles”, explicou.