4 de dezembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Silvânio Barbosa e Siderlane Mendonça trocam acusações na Câmara

Troca de ofensas, transmitida ao vivo e continuada nas redes, começou com a “paternidade” de obras no Benedito Bentes e terminou em baixaria

Na sessão da Câmara de Maceió nesta terça-feira (13), os vereadores Silvânio Barbosa (MDB) e Siderlane Mendonça (PEN) bateram boca, com troca de ofensas e lavagem de roupa suja de uma forma tão vergonhosa, que até os colegas ficaram surpresos e constrangidos.

Como em um programa de baixaria com teste de paternidade, Siderlane acusou Silvânio de tentar ser o pai de obras realizadas no Benedito Bentes, onde os dois concentram suas ações e recebem mais votos.Bentes – reduto eleitoral de ambos. Vale lembrar que as sessões são transmitidas ao vivo. E de qualquer forma, ambos fizeram questão de postar suas réplicas e tréplicas nas redes sociais.

“Quero informar que o verdadeiro “PAI DA CRIANÇA” como foi dito por aí, é o prefeito Rui Palmeira, com a aprovação dos vereadores da Câmara Municipal de Maceió. E quero informar que tenho trabalhado e muito pelo cidadão maceioense, menos ciúmes e mais trabalho”, disse Silvânio.

“Não poderia ficar calado diante de TANTO OPORTUNISMO. Ele agora quer ser o pai, me poupe e vá trabalhar. Evito atritos, mas se fez necessário dizer a verdade”, respondeu Siderlane.

Baixaria

“Teve cinco anos de mandato e o que tem feito pelo Benedito Bentes? Eu não vi. Alguém tem visto ele no Biu? Eu não. Quem tem conseguido obra de pavimentação e drenagem do Moacir Andrade foi o vereador Siderlane Mendonça”, disse, finalizando com o convite para que Barbosa “fosse para o circo”.

Silvânio respondeu: “Saudade deve ser do meu apartamento, onde andava com tanta frequência e aí de fato ele sabia onde eu andava, as noites conversando comigo. É essa saudade que ele deve sentir, que a mim não faz falta”. Ele ainda finalizou afirmando que o colega “quer relembrar o passado, mas a fila anda, a fila andou”.

Siderlane lamentou ter um dia trabalhado na equipe do colega e insinuou que Silvânio sempre estava com um “filho” diferente tomando café no shopping. “Pior coisa é cuspir no prato que come. Tu não integrou só a minha equipe, tu integrou a minha vida, fez parte do meu coração e não me arrependo”, disparou Silvânio novamente, enquanto o colega deixava a Câmara.

Para os curiosos, tudo pode ser acompanhado no canal do YouTube da Câmara. Vale lembrar que um vereador em Maceió recebe 15 mil reais todos os meses, mais verbas indenizatórias e de gabinete, com um custo de 55 mil reais aos maceioenses. Isso antes de um aumento de salário de 26.6% ter sido vetado pela justiça no meio do ano passado.