22 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade

Tag: Brasília

Bolsonaro sofre alta pressão para a demitir o Ministro Weintraub

Bolsonaro sofre alta pressão para a demitir o Ministro Weintraub

Blog, Marcelo Firmino
É crescente na Esplanada, em Brasília, a pressão junto a Jair Bolsonaro para a demissão do Ministro da Educação, Abraham Weintraub. A gota d'água foi justamente o vídeo da reunião de 22 de abril, quando ele declarou que  "por mim colocaria esses vagabundos na cadeia", referindo-se aos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal. A questão é que além de o próprio STF está discutindo mais um processo contra Weintraub, há outros segmentos cobrando de Bolsonaro a cabeça do ministro. O Centrão, liderado pelo deputado Arthur Lira, que já comanda o Fundo Nacional de Educação (FNDE) com mais de R$ 50 bilhões em caixa, também se manifestou pela saída do ministro. Os vices líderes do governo no Congresso, Elmano Ferrer (Podemos-PI) e Chico Rodrigues (DEM-RR) externaram descontentamento com
Moro pede demissão; Bolsonaro tenta fazê-lo mudar de ideia

Moro pede demissão; Bolsonaro tenta fazê-lo mudar de ideia

Política
O ministro da Justiça Sergio Moro pediu demissão nesta quinta-feira (23) a Jair Bolsonaro. O ex-juiz da Lava Janto não gostou de saber que o presidente quer trocar o comando da Polícia Federal (PF), hoje ocupada por Maurício Valeixo. Em reunião nesta tarde, Bolsonaro comunicou que a trocada deve ocorrer nos próximos dias. Desde o ano passado o presidente vem fazendo essa ameaça, pois quer ter controle sobre a atuação da polícia. Mas como o atual diretor-geral é homem de confiança do ex-juiz da Lava Jato e haveria dificuldades em encontrar um sucessor, já ficou entendido que se Valeixo sair, Moro sairá junto. Aliados do ex-juiz avaliam que a saída de Valeixo enfraquece o ministro e significa uma intervenção do presidente na principal corporação de investigação do país. M
Organização Mundial de Saúde declara pandemia de coronavírus

Organização Mundial de Saúde declara pandemia de coronavírus

Mundo
Tedros Adhanom, diretor geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), declarou hoje (11)  que a organização elevou o estado da contaminação pelo novo coronavírus como pandemia. A mudança de classificação não se deve à gravidade da doença, e sim à disseminação geográfica rápida que o Covid-19 tem apresentado. "A OMS tem tratado da disseminação [do Covid-19] em uma escala de tempo muito curta, e estamos muito preocupados com os níveis alarmantes de contaminação e, também, de falta de ação [dos governos]". Tedros Adhanom, diretor da OMS. Na prática, ao anunciar a pandemia, a agência de saúde indica que governos devem trabalhar não mais para apenas conter um caso. Mas atuar também para atender uma parcela da população mais ampla e vulnerável. Estratégias direcionadas apenas para identific
Aquarela alagoana ganha espaço na capital Federal

Aquarela alagoana ganha espaço na capital Federal

Por Elas
O Blog girou o olhar para Brasília nesta quarta-feira para falar da alagoana Lais Pedrita, 24 anos, que está se destacando no campo das artes plásticas da capital federal como expositora e curadora de exposições e intervenções urbanas. Seu mais novo trabalho pode ser conferido no Centro de Movimento Carolina Mercado - mais conhecido como CM2 - onde a artista convida o público a interagir com suas obras com o questionamento  "O que te faz sentir infinito?" Quem aceita o desafio, está intimado a traduzir esse sentimento de infinitude com uma palavra, um lugar, uma lembrança, uma comida ou mesmo uma pessoa. "Cada ser é especial e carrega em si experiências e percepções sobre a vida que o torna singular. Compartilhe aqui a infinitude do seu ser (não se preocupe, ninguém vai saber que fo
Temer e Bolsonaro iniciam formalmente governo de transição

Temer e Bolsonaro iniciam formalmente governo de transição

Brasil, Política
No segundo dia em Brasília após a vitória no segundo turno, o presidente eleito Jair Bolsonaro inicia nesta quarta (7), formalmente, o governo de transição ao se reunir, à tarde, com o presidente Michel Temer. Paralelamente, vários ministros já confirmados na futura gestão estão em Brasília para despachos e reuniões. Bolsonaro começa o dia com um café da manhã com o comandante da Aeronáutica, o brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato. Ele também tem agendados encontros com os presidentes do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha. Às 16h será a primeira vez que Bolsonaro e Temer se encontrarão para selar o início simbólico do governo de transição. Em várias ocasiões, o presidente eleito elogiou o antecessor por estar repassando