13 de maio de 2021Informação, independência e credibilidade

Tag: Corrupção

De onde veio o dinheiro para Flávio Bolsonaro comprar mansão de R$ 6 milhões?

De onde veio o dinheiro para Flávio Bolsonaro comprar mansão de R$ 6 milhões?

Blog, Marcelo Firmino
O filho zero um do presidente Bolsonaro continua sua trajetória da ostentação com dinheiro vivo e bem vivo. A mansão que Flávio Bolsonaro comprou em Brasília deixou em estado de perplexidade os assessores do Planalto. A nova morada do ex patrão de Fabrício Queiroz custou nada mais, nada menos de R$ 6 milhões, nesses tempos de crise e falta de liquidez. Menos para ele. Aliados de Bolsonaro chegaram a criticar a nova aquisição do "Flavinho". A alegação é que o negócio expõe ainda mais a família e o velho caso Queiroz, processo de corrupção envolvendo as famosas "rachadinhas" da Assembleia Legslativa do  Rio de Janeiro. Quem primeiro revelou a compra foi o site "O Antagonista", depois o caso ganhou a mídia nacional e as redes sociais. Agora, o que a oposição quer saber n
O corregedor de justiça escondido atrás da pilastra e a balela da corrupção no Planalto

O corregedor de justiça escondido atrás da pilastra e a balela da corrupção no Planalto

Blog, Marcelo Firmino
Há, na ordem do dia, uma pergunta que não quer calar: -Por quê Jair Bolsonaro chamou ao seu gabinete o juiz que vai julgar o seu filho Flávio Bolsonaro denunciado por corrupção? Pode até ter sido para jogar gamão. Afinal, no jogo vence quem retirar primeiro do tabuleiro todas as peças. E nesse caso se o juiz retirar é vitória garantida para as partes... Mas, aí vem um segunda pergunta de quem fica com a pulga atrás da orelha: -Por quê sua excelência, o magistrado envergonhado, se escondeu atrás de uma pilastra do Palácio do Planalto para não ser visto? Os apressados dizem que os políticos são o mal do País. Mas é por essas e outras que o contrário se revela. Ou seja, o que antes era imoral e causava indignação agora é permitido. Afinal, é preciso empurrar logo a sujeira par
PF encontra dinheiro na cueca do vice-líder do governo Bolsonaro

PF encontra dinheiro na cueca do vice-líder do governo Bolsonaro

Brasil, Vídeos
https://twitter.com/MortariSchmidt/status/1316678396026421253 A Polícia Federal encontrou R$ 30 mil na cueca do vice-líder do governo no Senado, Chico Rodrigues (DEM-RR), nesta quarta-feira, 14, em Boa Vista. Alvo de operação por desvios de recursos públicos destinados ao combate à pandemia de covid-19, oriundos de emendas parlamentares, os valores descobertos na casa do senador chegariam a R$ 100 mil. Incluindo o que ele tentou esconder na bunda. Em nota à imprensa, Rodrigues disse que tem "um passado limpo e uma vida decente" e afirmou nunca ter se envolvido em escândalos. "Acredito na justiça dos homens e na justiça divina. Por este motivo estou tranquilo com o fato ocorrido hoje em minha residência em Boa Vista, capital de Roraima. A Polícia Federal cumpriu sua parte em f
Governo Bolsonaro e Centrão um casamento com plena comunhão de bens

Governo Bolsonaro e Centrão um casamento com plena comunhão de bens

Blog, Marcelo Firmino
  Ora vejam, quem diria... Se há algo com cotação elevada dentro do Palácio do Planalto no Brasil de hoje é exatamente o Centrão, do deputado federal Arthur Lira (PP-AL). O bloco político comandado pelo parlamentar alagoano é formado pelos partidos que reúnem as chamadas figuras do "baixo clero", mas que não dão ponto sem nó. Muitos são parlamentares das bancadas da bíblia, da bala e do boi (BBB). Outros nem tanto, mas, de apetite voraz, topam qualquer negócio. O Centrão, que os aliados e o presidente Jair Bolsonaro odiavam antes das eleições, era também condenado por ser "a velha política do toma lá da cá, da corrupção cantada em verso e prosa". O Centrão, antes sinônimo de palavrão para os bolsonaristas, hoje é casamento com plena comunhão de bens. O mai
Na PF Bolsonaro quer proteger filhos e amigos do rei: 01 tentou 10 vezes

Na PF Bolsonaro quer proteger filhos e amigos do rei: 01 tentou 10 vezes

Blog, Justiça, Marcelo Firmino
O vídeo da reunião ministerial precisa vir mesmo à luz do dia, de preferência com todas as virgulas, interrogações, exclamações e até as pausas das respirações. A transparência acima de tudo e de todos. Da forma como tudo está posto, o que se tem é que sua excelência, Jair Bolsonaro, queria proteger da Polícia Federal, além dos filhos os amigos. Aquela história de que o rei e sua corte são intocáveis. Ou seja, o homem também estava preocupado com as repercussões das investigações da PF sobre seus aliados. Entre os aliados está o sumido, mais uma vez, Fabrício Queiroz. Aquele, amigo de todas as horas, que, com Flávio Bolsonaro, montou um esquema de corrupção com dinheiro da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. O caso, aliás, está no Superior Tribunal de Justiça,
Corrupção e peculato na Ascom de Bolsonaro: PF abre inquérito para investigar Wajngarten

Corrupção e peculato na Ascom de Bolsonaro: PF abre inquérito para investigar Wajngarten

Brasil
A Polícia Federal abriu inquérito para investigar suspeitas sobre o chefe da Secom (Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República), Fabio Wajngarten. A medida atende a um pedido feito na semana passada pelo MPF (Ministério Público Federal) em Brasília. O objetivo é apurar supostas práticas de corrupção passiva, peculato (desvio de recursos por agente público) e advocacia administrativa (patrocínio de interesses privados na administração pública). As penas previstas para os dois primeiros crimes variam de 2 a 12 anos de prisão, além de multa. No último caso, aplica-se detenção de um mês a um ano. A investigação ficará a cargo da Superintendência da PF em Brasília. O caso correrá em sigilo. A solicitação do MPF foi feita a partir de representações apresentadas por
Improbidade em Atalaia: MPE/AL ajuíza ação contra prefeito e mais 12 pessoas

Improbidade em Atalaia: MPE/AL ajuíza ação contra prefeito e mais 12 pessoas

Justiça
O Ministério Público Estadual de Alagoas (MPAL) ajuizou, no último 30 de janeiro, uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra 13 pessoas que estão sendo acusadas de lesar o patrimônio público no município de Atalaia. Elas teriam sido beneficiadas ilegalmente com a doação de terrenos que antes pertenciam a prefeitura. Dentre os alvos da ação está o prefeito da cidade, Francisco Luiz de Albuquerque. A investigação foi comandada pelo promotor de justiça Bruno Baptista, após a instauração do inquérito civil. Com base em um depoimento relacionado a outra apuração em curso, foi informado ao Ministério Público que a Prefeitura de Atalaia havia doado, sob o pretexto de incentivar a “geração de emprego e renda”, vários terrenos para pessoas que teriam interesse em abrir
Brasil repete pior nota em ranking mundial de percepção do combate à corrupção

Brasil repete pior nota em ranking mundial de percepção do combate à corrupção

Política
Durante as eleições de 2018, o então candidato Jair Bolsonaro prometeu combate à corrupção em sua gestão. Hoje, com ministros laranjas e assessores com ligações milicianas, e nem mesmo seus filhos escapando de denúncias, nada alterou na percepção sobre este problema no seu primeiro ano de governo. Que foi marcado por denúncias contra integrantes do governo e familiares. Em 2019, o Brasil caiu uma posição no ranking do IPC (Índice de Percepção da Corrupção), e ocupa a 106ª posição entre os 180 países avaliados, atrás de outros latino-americanos como Argentina (66ª), Chile (26ª), Colômbia (96ª), Cuba (60ª), Equador (93ª) e Uruguai (21ª). Elaborado pela ONG Transparência Internacional, o ranking atribui notas de 0 a 100 a países com base em pesquisas e relatórios sobre como o setor
Governo gastou R$ 48 milhões em auditoria do BNDES e nada encontrou na ‘caixa-preta’

Governo gastou R$ 48 milhões em auditoria do BNDES e nada encontrou na ‘caixa-preta’

Economia, Expresso
Para investigar operações entre o banco e as empresas JBS, Bertin e Eldorado, entre os anos de 2005 a 2018, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) gastou R$ 48 milhões em uma auditoria. E segundo o relatório, não foram encontrados indícios de corrupção em oito das operações investigadas. O banco divulgou em 10 de dezembro que o relatório indicou que não foram encontradas evidências diretas de corrupção, influência indevida sobre a instituição ou pressão por tratamento diferenciado na negociação, aprovação e/ou execução das oito operações investigadas. Quando assumiu o banco, em julho do ano passado, Gustavo Montezano prometeu "explicar a caixa-preta do BNDES. Montezano, condenado por arrombar portões, durante uma festa com Eduardo Bolsonaro, entrou no luga
Seguradora da DPVAT gastou mais de R$ 1 bilhão de forma ‘atípica’

Seguradora da DPVAT gastou mais de R$ 1 bilhão de forma ‘atípica’

Brasil
A consultoria KPMG realizou uma auditoria na Seguradora Líder, que administra o DPVAT. E apontou uma extensa lista de inconsistências financeiras e administrativas. Além de despesas sem comprovação, foram encontrados concentração no pagamento de sinistros em pequeno número de médicos, gastos excessivos no pagamento de advogados e até compra de garrafas de vinho e de um veículo usado pela esposa de um ex-diretor da empresa. O resultados englobam números encontrados em documentos da própria seguradora, entre os anos de 2008 e 2017, em um relatório de mais de mil páginas. Os problemas em pagamentos feitos pela seguradora podem superar a marca de R$ 1 bilhão, em valores não corrigidos. Entre estes valores,  R$ 219,3 milhões não tinham evidências de prestações de serviços, R$ 156,1