26 de setembro de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: #violencia

Caso de médica espancada no RJ é triste indicativo dos lados que serão tomados na “ruptura”

Caso de médica espancada no RJ é triste indicativo dos lados que serão tomados na “ruptura”

Artigo, Brasil
Há muito não vem sendo fácil o trabalho de noticiar. Difícil escapar do clichê, mas 2020 está cruel: após a crescente de ódio e intolerância política nos últimos anos, toda a situação não só no Brasil, mas no mundo todo, evoluiu para uma forma difícil de conceber. Ameaça de guerra mundial, incêndios florestas e finalmente uma violenta pandemia e recessão econômica. "Finalmente" nada, pois este momento de inquietude e insegurança propiciou para piorar ainda mais com insegurança democrática, evidências do fascismo e uma escalada da interminável guerra racial. E pegando um pouco de tudo o que passamos, em particular no Brasil, (mais) um caso no Rio de Janeiro foi não só de embrulhar o estômago, mas de causar revolta, indignação, tristeza e medo. Brutalmente espancada Uma m
ALE: Jó Pereira destaca números sobre feminicídio e violência contra a mulher

ALE: Jó Pereira destaca números sobre feminicídio e violência contra a mulher

Alagoas
Os 141 casos de violência contra as mulheres no período carnavalesco deste ano, em Alagoas, e os quatro feminicídios registrados nos dois primeiros meses, três em janeiro e um em fevereiro, foram o tema do pronunciamento da deputada Jó Pereira na sessão desta terça-feira (3), na Assembleia Legislativa. No início do Mês Internacional da Mulher, a parlamentar pediu o apoio de todos no enfrentamento a violência e ao machismo, lembrando que, conforme dados oficiais do Estado, 103 mulheres foram assassinadas nos últimos três anos e dois meses no estado. “Falo em nome de milhões de mulheres ainda submetidas diariamente a atos dessa vergonhosa e ultrapassada cultura machista... Em janeiro foram três mulheres assassinadas em Alagoas e agora, no fevereiro do carnaval, mataram Joyce Mariele,
Taxa de Homicídios cai pelo 19º mês consecutivo em Maceió

Taxa de Homicídios cai pelo 19º mês consecutivo em Maceió

Política
A Segurança Pública de Alagoas continua apresentando resultados expressivos no combate à violência no estado. O mês de janeiro encerrou com queda de 17,6% no número de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) em Maceió, o que representa para a capital alagoana o 19º mês seguido de redução deste tipo de crime. Os principais indicadores criminais foram apresentados durante entrevista coletiva, realizada na sede da SSP, no Centro, nesta segunda-feira (17). De acordo com dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (NEAC), Maceió contabilizou 28 homicídios em janeiro. O mesmo período do ano de 2019 teve um total de 34 casos. Já quando analisamos os dados referentes a Alagoas, constatamos que houve uma pequena elevação de 0,9%. O mês totalizou 110 mortes, uma a mais que o
Homicídios diminuíram 21,1% de janeiro a outubro de 2019 no país

Homicídios diminuíram 21,1% de janeiro a outubro de 2019 no país

Brasil
O número de homicídios no Brasil diminuiu 21,1%, de janeiro a outubro do ano passado em relação ao mesmo período de 2018, segundo dados divulgados pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, com base nas informações do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais, de Rastreabilidade de Armas e Munições, de Material Genético, de Digitais e de Drogas (Sinesp). Com isso, segundo o ministério, mais de 8,7 mil vidas foram preservadas no período. As informações fazem parte dos boletins de ocorrência dos estados e do Distrito Federal, compiladas pelo ministério por meio da plataforma Sinesp, que indicam ainda diminuição nos crimes de roubo seguido de morte (23,1%), tentativa de homicídio (6,5%), lesão corporal seguida de morte (5,2%) e estupro (5,7%). Foi regi
Ilicitude: Bolsonaro anuncia projeto que isenta militar de punição em operações

Ilicitude: Bolsonaro anuncia projeto que isenta militar de punição em operações

Política
O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira (21) que enviou ao Congresso Nacional projeto de lei com regras para isentar de eventuais punições, por meio do chamado excludente de ilicitude, militares das Forças Armadas e integrantes de forças de segurança, como policiais civis e militares, que atuam em operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) “O que é o excludente de ilicitude? Em operação, você responde, mas não tem punição. Vamos depender agora, meus parlamentares, deputados e senadores, de aprovar isso lá [no Congresso]. Será uma grande guinada no combate à violência no Brasil. Nós temos como, realmente, diminuir e muito o número de mortes por 100 mil habitantes no Brasil”. Jair Bolsonaro, presidente. Bolsonaro comunicou o envio do projeto durante discurso na conve
Homem é executado em casa, no bairro da Jatiúca, com mais de 10 tiros na cabeça

Homem é executado em casa, no bairro da Jatiúca, com mais de 10 tiros na cabeça

Expresso
Um homem foi morto com, pelo menos 15 tiros, na noite dessa segunda-feira (21), no bairro da Jatiúca, em Maceió. Carlos Fernando Leitão Lins Júnior, de 36 Anos, foi executado por dois homens que invadiram a casa onde se encontrava. Ele estaria envolvido com uma facção criminosa e teria marcado um encontro com uma suposta namorada, naquele imóvel. O dono do imóvel presenciou toda a cena, mas não ficou ferido, já que os assassinos pediram para que ele se afastasse. A perícia constatou ao menos 15 tidos de calibre 9 MM, concentrados na cabeça e tórax. Conhecido como “Junior Oião”, a vítima ficou aproximadamente 10 anos em um presídio federal no Rio de Janeiro. Com vasta ficha criminal, ele estava com tornozeleira eletrônica no momento do assassinato.
Com governador glorificando violência policial, RJ seguirá matando suas crianças

Com governador glorificando violência policial, RJ seguirá matando suas crianças

Brasil
Como mais um nome da 'nova política', aquela que aproveitou o vácuo da campanha eleitoral do atual presidente Jair Bolsonaro (PSL), o ex-juiz federal e ex-fuzileiro naval Wilson Witzel (PSC) surpreendeu no primeiro turno do Rio de Janeiro, recebendo mais de 40% dos votos válidos e sua improvável eleição se tornou certa no segundo turno. Com discurso forte contra o crime e defendendo a ideia de atirar primeiro e perguntar depois, logo sua retórica foi aprovada pela população que estava "cansada de corrupção e da violência". Triste ironia é que o óbvio aconteceria e está acontecendo: no Rio, praticamente em toda toda semana há uma vítima de bala perdida. Muitos inocentes. De acordo com a plataforma colaborativa Fogo Cruzado, com uma média de 23 tiroteios/disparos de arma de fogo po
Após morte de Ágatha, pacote anticrime gera novas discussões entre Maia e Moro

Após morte de Ágatha, pacote anticrime gera novas discussões entre Maia e Moro

Política
  O fuzilamento e morte da menina Ágatha Félix (8) reabriu a discussão sobre uma das bandeiras do governo Bolsonaro (PSL), e que faz parte do pacote anticrime assinado pelo ministro da Justiça, Sergio Moro: o abrandamento da punição a policiais e militares que cometam excessos no combate ao crime. Moro segue rebatendo as críticas e defende o seu projeto. Neste final de semana, por exemplo, ele compartilhou a publicação do presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara, Felipe Francischini (PSL-PR), dizendo que a morte não pode prejudicar o debate sobre o pacote anticrime. Neste domingo (22), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), lamentou a morte da menina e disse que o caso reforça a necessidade de “uma avaliação muito cuidadosa e criteriosa sob
Metade dos homicídios no Brasil acontecem em 120 cidades

Metade dos homicídios no Brasil acontecem em 120 cidades

Brasil
violRecordista mundial em violência letal, o Brasil, segundo o Atlas da Violência 2019 - Retratos dos Municípios, concentra metade dos homicídios em apenas 2,1% dos municípios brasileiros. Só em 2017, no país aconteceram 65.602 homicídios. Segundo o estudo realizado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), 32.801 mortes ocorridas naquele ano se aglomeraram em 120 cidades do país. O Brasil tem, ao todo, 5.570 municípios. “O Brasil concentra 14% dos homicídios do planeta, e acabar com a nossa violência pode parecer algo inviável. Mas, quando os focos da violência letal são identificados, fica claro que o desafio depende de uma política pública focalizada, instruída pela inteligência". Daniel Cerqueira, economista coordenador do Atlas. Cerqueira demonstrou ainda que metade d
“Pai de família”: Policial mata homem após briga no cinema na frente dos filhos

“Pai de família”: Policial mata homem após briga no cinema na frente dos filhos

Brasil
Em Mato Grosso do Sul, tivemos mais um relato absurdo de como o alcance fácil de armas, até mesmo entre os ditos cidadãos de bem e homens de família, tem tudo para aumentar o número de mortes violentas no Brasil. Um policial militar ambiental matou Julio Cesar Cerveira Filho, que estava dentro de uma sala de cinema com ele, em Dourados (MS) na tarde desta segunda-feira (8). Ambos não se conheciam a vítima e estavam com seus respectivos filhos assistindo um filme do Homem-Aranha, quando uma briga fez com que o policial sacasse sua arma e atirasse. Segundo a polícia, a briga que terminou com a morte de Julio teria começado por uma discussão sobre poltronas. No boletim de ocorrência, o policial militar, hoje lotado na Polícia Militar Ambiental, Dijavan Batista dos Santos relata que esta