24 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade

Tag: Weintraub

Weintraub: Carteirinha estudantil digital será lançada na segunda-feira

Weintraub: Carteirinha estudantil digital será lançada na segunda-feira

Brasil
Foi anunciado hoje, pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, que as carteirinhas estudantis digitais, a ID Estudantil serão lançadas na próxima segunda-feira (25). No Jornal da Manhã da Jovem Pan, ele disse que o documento poderá ser baixado pelo celular e o estudante poderá utilizá-lo para ter acesso a meia entrada em show, teatros, cinemas e demais atividades culturais. Segundo o governo, o documento poderá ser baixado de forma gratuita pelo celular e o estudante poderá utilizá-lo para ter acesso a meia entrada em shows, teatros, cinemas e demais atividades culturais. A medida se contrapõe à emissão de carteirinhas por entidades estudantis, como a UNE (União Nacional dos Estudantes), a Ubes (União Nacional dos Estudantes Secundaristas) e a ANPG (Associação Nacional de P
Ifal divulga nota sobre o desbloqueio de recursos anunciado pelo MEC

Ifal divulga nota sobre o desbloqueio de recursos anunciado pelo MEC

Alagoas
O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta segunda-feira (30), a liberação de recursos que estavam contingenciados desde o mês de abril. De acordo com o MEC, a maior parte dos recursos (R$ 1,156 bilhão) vai ser destinada a universidades e Institutos Federais. Confira a seguir, uma nota do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) sobre detalhes do desbloqueio: No Instituto Federal de Alagoas, foram desbloqueados R$ 9.279.483, o equivalente a metade do valor bloqueado no início do ano (R$ 18.557.477,98). A instituição ainda aguarda a autorização para uso da íntegra dos R$ 9,2 milhões, que garantirão o funcionamento básico da instituição, com a manutenção de despesas contratuais e a cobertura de despesas de custeio como água e energia elétrica. Mas ações nas áreas de Pesquisa, Extensão,
MEC anuncia desbloqueio de R$ 2 bilhões para faculdades

MEC anuncia desbloqueio de R$ 2 bilhões para faculdades

Brasil
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou desbloqueio de quase R$ 2 bilhões no orçamento da pasta, nesta segunda-feira (30). Segundo ele, 58% desses recursos (R$ 1,2 bilhão) serão destinados para universidades e institutos federais. Este é metade da verba de R$ 2,12 bilhões que havia sido congelada para essas instituições. O desbloqueio passa a valer imediatamente. A verba também será utilizada para a compra de livros didáticos, exames da educação básica e o pagamento de bolsas da Capes. Apesar do desbloqueio, cerca de R$ 3,8 bilhões ainda estão congelados no MEC. O DESCONTINGENCIAMENTO (não foi corte) começa hoje, conforme venho falando há 6 meses. Serão liberados R$ 2 bilhões. Haverá uma coletiva de imprensa 10:30. Será que os marinhos ou os frias vão mandar seus empr
MEC muda regras para bolsas: Saúde e exatas terão prioridades e IDH será levado em conta

MEC muda regras para bolsas: Saúde e exatas terão prioridades e IDH será levado em conta

Brasil
O governo federal mudará o critério de concessão de bolsas de mestrado e doutorado no país. Agora, a escolha levará em conta o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos municípios onde as faculdades estão localizadas, o teor das pesquisas e a nota obtida pelos cursos nos últimos anos. Além disso, terão prioridade aquelas que se encaixarem em áreas consideradas estratégicas pela gestão Jair Bolsonaro, como cursos de Saúde e Engenharias. Bolsas de doutorado terão preferência em relação às de mestrado. A definição de quais faculdades receberão dinheiro para bolsas de pós caberá a um algoritmo. Cada um dos quatro quesitos terá um peso específico. O novo sistema de distribuição será anunciado oficialmente no próximo mês. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a distrib
Ministro da Educação defende militar traficante em tweet com cara de balbúrdia

Ministro da Educação defende militar traficante em tweet com cara de balbúrdia

Política
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, que "contingenciou" em 30% verbas das faculdades federais, no que teria iniciado após ser uma punição por balbúrdia em algumas faculdades do país, aprontou novamente. Desta vez, ao comentar sobre o militar, que estava na comitiva presidencial que partia para o G20, no Japão, e foi pego traficando 39 kg de cocaína, o ministro resolveu trazer de volta a máxima do governo Bolsonaro: falar do PT. No passado o avião presidencial já transportou drogas em maior quantidade. Alguém sabe o peso do Lula ou da Dilma? — Abraham Weintraub (@AbrahamWeint) 27 de junho de 2019 A repercussão não foi a esperada e muitos já questionam a permanência de um ministro da educação que age com balbúrdia em seu cargo. Nem mesmo Rodrigo Constantino, ativo anti