28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Teca Nelma desmente aprovação de “dia de luto para vítimas do comunismo” na Câmara de Maceió

Ideia rasa de comparar o partido de Hitler com o comunismo acabou acontecendo também na Câmara

Reacionária, a Câmara de Maceió vem tomando algumas decisões questionáveis, como o título de Cidadão Honorário ao presidente Jair Bolsonaro, por sua atuação na pandemia, e a menção de pesar do pai do bolsonarismo, o extremista Olavo de Carvalho – e que teve uma das mortes mais comemoradas pelo brasileiro em toda sua história.

E com o rompante nazista nessa semana, como o de Monark em um podcast ou Adrilles na Jovem Pan, a ideia rasa de comparar o partido de Hitler com o comunismo acabou acontecendo.

Leia mais: Bolsonaro diz repudiar o nazismo e pede o mesmo tratamento ao comunismo

Com a fake news de que o “dia de luto para as vítimas do comunismo” teria sido aprovado na Câmara de Maceió de forma unânime. A vereadora Teca Nelma, inclusive, precisou desmentir o mesmo:

Ela também alerta que um vereador já teria no forno outros dois títulos de Cidadão Honorário para dois bolsonaristas de carteirinha: a deputada federal Carla Zambelli e o Carlos Hang, o velho da Havan. Diante do histórico da Câmara e seus vereadores, ambos vão passar.

Teca foi a mesma vereadora que foi agredida verbalmente por ser contrária ao título honorário concedido a Jair Bolsonaro.