28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Terrivelmente ‘putos da vida’: É como estão os bolsonaristas com André Mendonça no STF

O ministro André Mendonça votou com a maioria pela condenação do deputado federal Daniel Silveira, no pleno do STF

Mendonça, o terrivelmente evangélico de Bolsonaro, é atacado nas redes pelos bolsonaristas

Acabou o amor. André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) para ser seu ministro “terrivelmente evangélico” no Supremo Tribunal Federal (STF), irritou apoiadores e parlamentares aliados do mandatário por ter votado a favor da condenação do deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) em julgamento realizado nesta quarta-feira (20).

Mendonça evitou acompanhar integralmente o voto do relator Alexandre de Moraes, mas foi favorável à condenação de Silveira por crime de coação – o que já renderia ao deputado uma pena de 1 ano e 9 meses de prisão e a consequente perda do mandato parlamentar. Os demais ministros, com exceção de Kassio Nunes Marques (também indicado por Bolsonaro), votaram pela condenação do deputado por coação e por atentar contra o Estado Democrático de Direito, o que garantiu uma pena final de 8 anos e 9 meses de detenção.

Nas redes sociais, parlamentares bolsonaristas se manfestaram “terrivelmente putos da vida” contra André Mendonça

“Quem diria que Kassio Nunes acertaria e André Mendonça erraria tanto”, escreveu a deputada Carla Zambelli (PL-SP).

“Terrivelmente decepcionante!”, tuitou o deputado Carlos Jordy (PL-RJ). “Terrivelmente chateada e decepcionada”, disse Soraya Manato (PTB-ES). “Estou TERRIVELMENTE DESAPONTADO!”, escreveu Marco Feliciano (PL-SP), da Bancada Evangélica.

Uma postagem que ganhou grande repercussão nas redes bolsonaristas acusou o magistrado de “terrivelmente traidor”.

Durante o julgamento, o ministro Dias Toffoli elogiou a postura de Mendonça. “Todos nós sabemos que sua excelência sofreu pressões”, disse. (Lucas Rocha)