28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Mundo

Ucrânia e Rússia fecham acordo de cessar-fogo para evacuação de civis

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, acusou a Rússia de tortura por ataques aos corredores humanitários

A evacuação de civis foi retomada pela Ucrânia nesta quarta-feira (9), depois de russos e ucranianos concordarem em respeitar um cessar-fogo para permitir a retirada, disse a vice-primeira-ministra ucraniana, Iryna Vereshchuk.

A Rússia disse que respeitará uma trégua das 9h até as 21h, no horário local (das 4h às 16h, em Brasília), ao redor de zonas afetadas pelos combates nos últimos dias, afirmou Vereshchuk.

Com o novo cessar-fogo, foram reabertas seis rotas de evacuação de civis e a expectativa do governo da Ucrânia é que 10 cidades possam ser atendidas pelos corredores.

Em um pronunciamento divulgado nas redes sociais mais cedo, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, acusou a Rússia de tortura por ataques aos corredores humanitários.

Hoje, a invasão russa ao território ucraniano chega ao 14º dia com o Ocidente aumentando o isolamento da Rússia na economia. Além dos ataques e da busca pela retirada de civis, outro ponto de preocupação da Ucrânia é com as usinas nucleares.

Nesta quarta, o assessor do presidente da Ucrânia, Mikhaylo Podolyak, disse que IAEA (sigla em inglês para Agência Internacional de Energia Atómica) perdeu conexão com o sistema de monitoramento de Chernobyl, que foi tomada pelos russos.