27 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Uncisal e Braskem discutem realocação do Hospital Escola Portugal Ramalho

CAPS Casa Verde, CAPS AD e Ambulatório PISAM também deverão deixar área de risco

Uma reunião entre representantes da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) e da empresa Braskem discutiu, esta semana, a realocação provisória e definitiva do Hospital Escola Portugal Ramalho.

A unidade está localizada na área de criticidade apontada pela Defesa Civil de Maceió e, por este motivo, deverá deixar o prédio histórico onde funciona atualmente.

Além do Hospital Escola Portugal Ramalho, serão realocados o Centro de Atenção Psicossocial Casa Verde (CAPS Casa Verde), o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) e o Ambulatório de Saúde Mental Doutor Alberto Magalhães (PISAM). Um grupo de trabalho foi criado para discutir a situação.

As negociações para a transferência dos equipamentos de saúde ligados à Uncisal estão sendo conduzidas pessoalmente pelo reitor da universidade, Henrique Costa, e pela direção do Hospital Escola Portugal Ramalho, representada por Maria Derivalda Andrade, Valéria Mendes Pastor, Helcimara Martins Gonçalves e Gleide Villela Costa. Pela Braskem, participaram Eduardo Passos e Milton Pradines.

De acordo com Maria Derivalda Andrade, diretora do Hospital Escola Portugal Ramalho, os trabalhos serão acompanhados pelo Ministério Público Federal, pela Defensoria Pública da União e pelo Ministério Público do Estado, objetivando diligências técnicas e jurídicas ao processo de realocação.

A próxima reunião entre os representantes da Uncisal e da empresa Braskem está prevista para 26 de novembro, onde serão apresentadas diligências de responsabilidade de ambas as partes.