29 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Cotidiano

Uso excessivo de smartphone provoca a síndrome pescoço de texto

Ao inclinar a cabeça para frente e olhar para baixo em um ângulo de 45 ou 60 graus, o peso da cabeça passa ser de 22 a 27kg de força no pescoço

A tecnologia trouxe muitos benefícios para sociedade, mas junto a ela veio também o surgimento de novas patologias, como por exemplo, a síndrome pescoço de texto, que é uma lesão causada na estrutura do pescoço pelo uso excessivo de smartphones e outros dispositivos.

O neurocirurgião, Jacks Tenório, explica que no ato de digitar há uma tendência de flexão do pescoço, anteriorização da cabeça e curvatura para frente dos ombros.

“Não é um diagnóstico médico oficial, mas um termo comumente usado para a lesão por esforço repetitivo das estruturas do pescoço pelo uso excessivo de smartphones ou outros dispositivos”. Jacks Tenório.

Um estudo realizado pela revista Ergonomics identificou uma postura mais avançada da cabeça ao enviar mensagens de texto em comparação com outras tarefas do smartphone.

Algumas outras atividades, como ler um livro ou lavar pratos, também levam as pessoas a postura semelhante, mas a diferença pode ser que usamos smartphones e tablets por muito mais tempo e somos menos propensos a mudar de posição.

Segundo o médico, os músculos, tendões e ligamentos dessa região destinam-se a suportar o peso da cabeça entre 4 e 5kg em uma posição neutra e ao enviar mensagens de texto por meio do telefone, ao inclinar a cabeça para frente e olhar para baixo em um ângulo de 45 ou 60 graus, o peso da cabeça passa ser de 22 a 27kg de força no pescoço.

“Essa quantidade de pressão durante um período prolongado, se torna insuportável”. Jacks Tenório.

Jacks Tenório, que faz parte da equipe da neurointensiva, do Hospital Memorial Arthur Ramos, pontua que existe uma preocupação especial com o impacto potencial na saúde dos adolescentes que são os usuários mais frequentes destes dispositivos.

“A coluna vertebral deste público ainda está em desenvolvimento, e temos identificado um aumento na incidência de dor no pescoço e má postura entre pacientes adolescentes devido ao uso frequente de dispositivos móveis”. Jacks Tenório.

De acordo com ele, estudos na Suécia encontraram uma correlação entre a incidência de dor em adolescentes e tempo de uso de smartphones que parecem ter mais efeito a curto prazo que no longo prazo.

“Contudo, são necessárias mais pesquisas para determinar o impacto a longo prazo na saúde de nossos jovens”. Jacks Tenório.

Sintomas

Inicia com uma dor relativamente leve no pescoço ou na parte superior das costas. Com o tempo, podem ocorrer sintomas mais graves, como dor aguda com o movimento, rigidez, espasmos musculares dolorosos e dor de cabeça.

Jacks pontua que sem tratamento adequado pode ocorrer uma aceleração do envelhecimento da coluna, aumentando a necessidade de procedimentos invasivos, a exemplo de infiltrações e até cirurgias.

O tratamento é feito com exercícios e alongamentos para aumentar a força e flexibilidade do pescoço e melhorar os hábitos posturais ao usar smartphones e outros dispositivos móveis.

“É importante que o paciente aprenda a segurar os dispositivos no nível dos olhos, sem flexionar o pescoço e até limitar o uso diário destes aparelhos”. Jacks Tenório.