24 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Véspera da fase Amarela exige lembrete: Pandemia ainda não acabou

Centro de Maceió lotado no sábado mostrou como a população ainda precisa se cuidar e é parte vital do novo decreto

Nesta segunda-feira (20), após mais de 100 dias de decretos de distanciamento social contra o avanço do novo coronavírus, a Capital Maceió adentrará em uma nova fase. Literalmente.

Na fase Amarela do distanciamento social, a Economia da Capital terá uma reabertura gradual. Ainda que com limitações, como necessidade de máscaras e ocupação de 50% nos estabelecimentos, na segunda serão reabertos shoppings, bares, restaurantes e a orla.

Mas apesar disso tudo, vale um alerta recomendação após o cenário do Centro de Maceió, na manhã deste sábado (18), antes da passagem de fase: a pandemia ainda não acabou.

Setores comerciais podem estar aptos para um relaxamento, mas o mesmo não pode ser dito para a saúde da população. Máscara é necessária sempre que estiver fora de casa e a higiene com sabão ou álcool em gel é vital. E o mais importante: ainda que a liberação permita abertura de estabelecimentos, não exagere na dose e saia quando o necessário.

Segundo o boletim epidemiológico mais recente de Maceió, publicado na quinta-feira, nas últimas duas semanas, apenas 2 mortes foram confirmadas.

Ambas com 5 dias entre um óbito e o outro. Segundo o boletim, não houve mortes na última semana. Um cenário completamente diferente de semanas anteriores.

É importante notar ainda que, nos últimos dias, houve um achatamento na curva na distribuição de casos confirmados, a partir da data dos primeiros sintomas da Covid-19. O que permitiu esse avanço de fase e reabertura da Economia.

Os números aparentam o fim do perigo, mas todo cuidado é pouco. Especialmente após tudo o que fora observado em outros estados do Brasil ou países do restante do mundo: o novo coronavírus parece ser resistente e aproveita qualquer oportunidade para retornar em uma segunda onda.

Esta segunda fase, em muito, depende da população. É preciso que as pessoas usem máscaras, se higienizem, respeitem o distanciamento social.

Grande parte das pessoas estavam com máscaras, o que é ótimo, mas ainda assim era possível notar aqueles sem o equipamento de proteção ou os que teimavam deixar o nariz exposto. É de se imaginar ainda quantos vão se higienizar, assim como os produtos que compraram, quando voltarem para casa.

Bares, restaurantes e shoppings serão reabertos e isto é ótimo para a Economia e os estabelecimentos, mas é preciso ter cautela: sem abuso, sem exageros, sem relaxamento na saúde. Vírus é passageiro, só depende da colaboração da população.

Foto: Felipe Brasil

Entenda as fases:

Vermelha – Mantidas as atuais regras de isolamento e distanciamento sociais.

Laranja – Aplicação das medidas sanitárias gerais e aplicação das medidas específicas para cada setor autorizado:

  • todos os setores autorizados na Fase Vermelha;
  • lojas ou estabelecimentos de rua com até 400 m² (quatrocentos metros quadrados);
  • salões de beleza e barbearias;
  • templos, igrejas e demais instituições religiosas, funcionando com 30% (trinta por cento de sua capacidade).

Amarela – Mantidas as medidas sanitárias gerais e novas permissões para reabertura:

  • todos os setores autorizados nas Fases Vermelha e Laranja;
  • lojas ou estabelecimentos de rua acima de 400 m² (quatrocentos metros quadrados);
  • shoppings centers, galerias, centros comerciais e estabelecimentos congêneres;
  • templos, igrejas e demais instituições religiosas, funcionando com 50% (cinquenta por cento) de sua capacidade;
  • bares e restaurantes, funcionando com 50% (cinquenta por cento) de sua capacidade;
  • transporte intermunicipal e turístico, funcionando com 50% (cinquenta por cento) de sua capacidade.

Azul – Mantidas as medidas sanitárias gerais e novas permissões para reabertura:

  • todos os setores autorizados nas Fases Vermelha, Laranja e Amarela;
  • cinemas, teatro e museu, funcionando com 33% (trinta e três por cento) de sua capacidade;
  • academias, clubes e centro de ginástica, funcionando com 50% (cinquenta por cento) de sua capacidade;
  • bares e restaurantes, funcionando com 75% (setenta e cinco por cento) de sua capacidade;
  • templos, igrejas e demais instituições religiosas, funcionando com 75% (setenta e cinco por cento) de sua capacidade;
  • transporte intermunicipal e turístico, funcionando com 75% (setenta e cinco por cento) de sua capacidade.

Verde – Mantidas as medidas sanitárias gerais e novas permissões para reabertura:

  • todos os setores autorizados nas Fases Vermelha, Laranja, Amarela e Azul de forma integral;
  • aulas presenciais na rede pública e privada de ensino;
  • serviço público do Poder Executivo Estadual de forma presencial;
  • cinemas, teatro, museu e eventos sociais.