21 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Vidente diz que Bolsonaro é fim de carreira e não terminará o mandato

A vidente também disse que o País vai ter um susto quando souber quem foi o mandante do assassinato de Marielle Franco

Vidente dos famosos, Lene Sensitiva diz que Bolsonaro é fim de carreira

Em uma live realizada na noite de sexta-feira, 24, a vidente Lene Sensitiva falou sobre previsões para o ano que vem, 2022. Um dos destaques da conversa com os humoristas Antônio Tabet e Evelyn Castro foi o que vem no mundo da política em ano eleitoral. Para a vidente, o atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, não será reeleito e não terminará o mandato.

“Bolsonaro não ganha mais nenhuma política”, garantiu Lene, conhecida como a vidente dos famosos.

Segundo o que ela sentiu para as eleições presidenciais de 2022, Bolsonaro é um “presidente fim de carreira” e nunca mais terá sucesso no meio político. Tudo isso por conta de um grande escândalo que surgirá no próximo ano antes das campanhas eleitorais.

Esse escândalo, que não foi especificado pela sensitiva, poderá tirar Bolsonaro da presidência da república antes mesmo do fim do mandato. “Ele não vai mais para o meio político. Se é que ele vai finalizar o mandato dele, porque vão ter umas coisas bem pesadas antes dele entregar”, revelou. Mas pode ser que ele não entregue, de acordo com as previsões um impeachment tem chances de acontecer. “Não vejo ele finalizando. Ou ele vai entregar ou vão arrancar ele de lá”, assegurou.

Antônio Tabet, que estava conduzindo a live, ficou intrigado com a revelação e questionou sobre uma possível renúncia. “Pode renunciar?”, perguntou. “Pode ser por aí, eu vejo que ele não termina. Tem umas coisas que vão explodir em 2022 bem pesadas”, respondeu Lene.

Marielle Franco

Ainda sobre os escândalos políticos, Lene Sensitiva garantiu, de forma contundente, que o mistério envolvendo a morte da vereadora Marielle Franco. Para a vidente, o responsável pelo assassinato é alguém que ninguém espera.

“Vocês vão tomar um susto grande”, assegurou Lene. Mais de três anos depois que o carro em que Marielle e o motorista Anderson Gomes foi alvejado por tiros no Rio de Janeiro, pouco se sabe sobre o real motivo da morte. Dois suspeitos foram presos, mas a polícia do Rio ainda não concluiu se o crime foi encomendado.

Entretanto, segundo Leve, esse enigma está perto de chegar ao fim. Ela afirmou que em 2022 os detalhes do crime serão resolvidos e que “vai pegar todo mundo de surpresa”.