11 de agosto de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Vigilância Sanitária interdita estabelecimento de produtos naturais no Mercado Público do Jacintinho

Estabelecimento foi notificado, autuado e terá 30 dias para se adequar às normas sanitárias e retomar seu funcionamento

Vigilância Sanitária interdita estabelecimento de produtos naturais no Mercado Público do Jacintinho
Fiscais identificaram diversas irregularidades sanitárias no local. Foto: Visa de Maceió

A Vigilância Sanitária (Visa) de Maceió interditou, nesta quarta-feira (29), um estabelecimento localizado no Mercado Público do Jacintinho. O local comercializava produtos naturais utilizados no tratamento de enfermidades diversas (ervas, garrafadas e pomadas medicinais) sem o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em desacordo com as legislações sanitárias.

Os fiscais da Vigilância identificaram várias irregularidades no local, como falta de higiene e mau armazenamento dos produtos, trazendo riscos à saúde da população.

“O ponto comercial foi interditado devido ao risco sanitário iminente à saúde pública. Além de não possuir o registro da Anvisa para o funcionamento legal, o ambiente estava totalmente insalubre, sem higienização e com péssimas condições de armazenamento dos produtos”, explica o coordenador da Vigilância Sanitária, Airton Santos.

Airton Santos, coordenador da Vigilância Sanitária de Maceió. Foto: Visa de Maceió

Airton ainda reforça que a Vigilância Sanitária não tem o objetivo de punir, mas sim levar orientações educativas aos empreendimentos.

“Estamos sempre de olho vivo em toda a capital para assegurar a saúde da população. Mas vale lembrar que a Vigilância Sanitária não é um órgão punitivo, mas sim desenvolve um trabalho educativo nos estabelecimentos, orientando os proprietários e comerciantes sobre a necessidade de cumprir com as normas sanitárias”.

O estabelecimento interditado foi notificado, autuado e terá 30 dias para se adequar às normas sanitárias e retomar seu funcionamento.

Como consequência das irregularidades flagradas pelos fiscais da Vigilância Sanitária, o local poderá receber multa que varia de R$ 180 a R$ 19 mil reais – o valor é estabelecido conforme a gravidade das infrações cometidas.

Disque Denúncia

Para denunciar irregularidades, observadas em estabelecimentos fora das adequações sanitárias e que causam riscos à saúde da população, os maceioenses podem entrar em contato no telefone (82) 3312-5495, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ou pelo WhatsApp (82) 98752-2000, que funciona 24h, todos os dias, para o recebimento de mensagem de texto, foto e/ou vídeo. Todas as denúncias são anônimas, garantindo o sigilo do denunciante.