26 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Blog

Zé Dirceu diz que neoliberalismo fracassou e Brasil virou uma grande fazenda

Ex-ministro do governo Lula curte férias em Maceió, mas fez palestra no Sindicato dos Bancários

Ex-ministro José Dirceu faz palestra em Maceió sobre a conjuntura política

-O Brasil está virando uma fazenda.

A fala é do ex-ministro José Dirceu (PT), que está passando férias em Maceió e nesta segunda-feira, 16, realizou uma palestra no auditório do Sindicato dos Bancários, sobre a atual conjuntura política, atendendo convite do deputado federal Paulão.

Em função da fazenda geral amparada pelo governo Bolsonaro, Zé Dirceu acredita que o País vai enfrentar um grande clima de instabilidade democrática até a posse do futuro governo, em 2023.

Mas, adverte que o governo que vier – e ele acredita que pode ser o de Luís Inácio Lula da Silva – terá que promover uma revolução tecnológica no País, “ou o Brasil não vai a lugar nenhum”.

Dirceu disse que ninguém pode subestimar Jair Bolsonaro e sua ânsia por um golpe fora das linhas da Constituição – como tem ameaçado – mas está convencido também que o atual presidente será derrotado nas urnas.

Segundo ele, o desespero do Bolsonaro tem sido explícito por que a “direita liberal já o abandonou e antes de perder a eleição tentará um golpe”.

O ex-ministro considera ainda que o modelo neoliberal desejado pela direita no País “já se esgotou”. Observa que a própria Europa sofre hoje as consequências de um modelo que não deu certo e por isso enfrenta uma crise histórica.

Ele lamentou os ataques constantes do atual governo brasileiro as políticas públicas e as agressões cotidianas a educação no País, com a onda privatizante.

“Essa ideia da universidade para poucos é a corrente pela privatização da educação, hoje um setor dominado  por 8 instituições de fundos econômicos financeiros”, alertou.

José Dirceu lembrou também que o Brasil só é um País democrático hoje por causa da educação. “A liberdade de cátedra garante a democracia”, diz ele.

A revolução será com a juventude

Também tem o entendimento de que o País vai sofrer uma grande revolução política, nos próximos anos, que virá com os jovens brasileiros. “A geração de 92-95 vai explodir na política nacional e mudar a composição atual”, observa.

Essa geração, diz ele, hoje está desempregada – mais de 15 milhões de pessoas – e por isso mesmo vai emergir politicamente fazendo a revolução.

Destaca que tudo isso é consequência do fracasso do modelo neoliberal que se esgotou. “Tanto que o País crescerá no máximo 1,5% no próximo ano, quando deveria crescer em torno de 8%”, declarou.

Dirceu disse ainda que o presidente americano Joe Biden já percebeu o fracasso do neoliberalismo e acabou de lançar um pacote econômico ousado para gerar empregos. “Trata-se de um novo pacote de estímulos à economia do país na ordem de US$ 2,3 trilhões, focado em investimentos em infraestrutura e no combate às mudanças climáticas”.

Nesse pacote, estarão inseridos os jovens que vão fazer a revolução política.