27 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Ayres diz que apesar da flexibilização, uso de máscara continuará obrigatório em AL

Atual decreto do protocolo de distanciamento social controlado vale até a quinta-feira

Com a diminuição na ocupação de leitos e de mortes pela Covid-19 em Alagoas, técnicos da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) estão discutindo os próximos passos para a flexibilização das medidas de proteção contra o novo coronavírus.

No entanto, o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, já deixou claro, em entrevista concedida para a TV Pajuçara, nesta terça-feira (16), que o uso da máscara permanecerá obrigatório em Alagoas.

O atual decreto do protocolo de distanciamento social controlado vale até a quinta-feira (18), quando o governador Renan Filho, deverá anunciar um novo decreto com novas medidas.

“Estamos discutindo com os técnicos sobre o que podemos avançar, mas, já deixando claro que as máscaras permanecerão. Ainda não é o momento [de aboli-las]. Temos recebido muitos turistas aqui. Temos mais de 100 mil pessoas com a segunda dose atrasada somente aqui em Maceió, e a gente precisa proteger os nossos cidadãos. Então, não é justo que aqueles que tomaram as duas doses e tenham tomado todos os cuidados, sejam prejudicados por pessoas que não estão cumprindo as regras. Então, vamos continuar fiscalizando e orientando a população”. Alexandre Ayres.

De acordo com o gestor estadual da Saúde, a equipe técnica da Sesau está discutindo sobre a flexibilização para a ampliação de público nos estádios de futebol, transporte de ônibus de turismo, ocupação de bares e restaurantes, além de outras categorias que estão na espera pelas novas medidas.

“Neste momento, temos discutido com a equipe técnica de que maneira a gente pode suspender as restrições ainda vigentes, como foi dito pelo nosso governador. A ideia é que possamos flexibilizar um pouco”. Alexandre Ayres.

Ainda segundo Ayres, é importante que todos atentem sobre como está a situação do vírus em outros países. Pois, alguns já começaram a enfrentar dificuldades, a exemplo da Áustria, que determinou lockdown [confinamento] para os não imunizados. Aqui em Alagoas, cerca de 90% da população já está vacinada pelo menos com a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

“Temos que ter cuidado e acompanhar a situação do vírus em outros países. Temos visto que a Europa começa a passar por dificuldades. Na Áustria, por exemplo, eles determinaram lockdown para quem não se vacinou. Imagine isso aqui em Alagoas e no Brasil? Ainda tem gente aqui que não quer tomar a vacina. Na Holanda também as medidas têm sido muito restritivas. Por isso, não vai ser possível para quinta-feira, ainda, a gente discutir essa possibilidade de máscara. Estamos acompanhando os novos anúncios do Ministério da Saúde e, desde o início, aqui em Alagoas, temos atuado de maneira conservadora e acompanhando as orientações nacionais”. Alexandre Ayres.