21 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade

Marcelo Firmino

Marcelo Firmino é jornalista e publicitário com passagens em vários veículos de comunicação de Alagoas e do País. Foi presidente do Sindicato dos Jornalistas no Estado e Secretário de Comunicação da Prefeitura de Maceió. Nesse espaço reportará e analisará os fatos que influenciam na vida sociedade.

Na planície da mediocridade, matar o marido e dinheiro nas nádegas é do bem

Na planície da mediocridade, matar o marido e dinheiro nas nádegas é do bem

Blog, Marcelo Firmino
Até bem pouco tempo, as comissões de ética da Câmara e do Senado Federal existiam e, bem ou mal, atuavam. Desde um palavrão dito por um parlamentar contra um colega até a prática de crimes de menor ou maior grau passavam por elas. Às vezes não dava em nada por que o espírito de corpo sempre esteve presente nas sessões de julgamentos. Agora, no entanto, parece que o Brasil vive uma nova onda, onde os parlamentares surfam intocáveis, sem arrebentação. Deputada mata o marido, deputado xinga a mãe do colega, outro usa as redes sociais para chamar a ex-amiga parlamentar de vagabunda, até ameaças de estupro em plenário se transformaram em enredos da nova política nacional. E não para o roteiro interminável de acintes, achincalhes, crimes e aberrações de toda ordem que expõem o pa
Novo normal da sociedade espanca mulheres e confunde liberdade com brutalidade

Novo normal da sociedade espanca mulheres e confunde liberdade com brutalidade

Blog, Marcelo Firmino
De repente o "novo normal'  na sociedade brasileira expôs as personalidade de figuras desnorteadas fazendo da perversidade a arma da sustentação do ser. É como se pessoas estivessem se abrindo - e não por encanto -  talvez, pela raiva, ódio ou qualquer outro sentimento insano e deixando às claras o que de há muito estava oculto no seu interior. E assim aparecem as figuras para espancar mulheres, como fez recentemente o "valentão" de Ilhéus, na Bahia, explicitando toda a sua covardia em uma violência criminosa, própria de um psicopata. Há quem diga que isso é um caso isolado, mas não é. Os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) dizem que 1 em cada 3 mulheres sofrem de violência física e/ou sexual, praticadas pelos homens. E aí quando denunciados ou flagrados partem para
Política em família: Senador da cueca sai, mas o filho entra no lugar

Política em família: Senador da cueca sai, mas o filho entra no lugar

Blog, Marcelo Firmino
A política de pai para a filho é um grande negócio lucrativo em família no Brasil. Ética, seriedade, honestidade, bons princípio, coisa nenhuma. O que vale é "Matheus cuida dos teus". Assim como em Alagoas são famílias inteiras vivendo com dinheiro dos cofres públicos, graças as façanhas políticas, e outras tantas candidatas à mesma situação, pelo País à fora não é diferente. Que o diga o senador Chico Rodrigues (Democratas-RR), vice-líder do governo Bolsonaro, flagrado com dinheiro nas nádegas pela Polícia Federal. Ele está prestes a ser cassado do mandato de senador em consequência da acusação de corrupção neste caso. Mas, se ele deixa o mandato quem assume é exatamente o filho Pedro Arthur Rodrigues, administrador, que vem a ser o primeiro suplente dele. Agora diga aí: aonde está
Paulo Guedes do alto de sua arrogância: ‘prefiro esse imposto de merda’

Paulo Guedes do alto de sua arrogância: ‘prefiro esse imposto de merda’

Blog, Economia, Marcelo Firmino
Do alto de sua explícita arrogância, o ministro da Economia, Paulo Guedes, segue fiel ao estilo rasteiro de ser da maioria governista e joga a prepotência em sua defesa da criação da CPMF, imposto condenado antes pela sociedade brasileira. Nesta sexta-feira, 16, Guedes afirmou que não desiste da criação do imposto sobre transações financeiras nos meios digitais e aplicativos de celular. Só que usa certos contextos no argumento que, em qualquer outro governo, seria chamado, no mínimo, de sujeito deselegante. -Enquanto não houver uma solução melhor, eu prefiro esse imposto de merda. - Disse ele. Até parece que a merda virou boné ou passou a ser instrumento de primeira utilidade nas ações do governo. Talvez, inclusive, com um coach como vice-líder, senador Chico Rodrigues. E s
Das fronhas às esposas amadas: a brutalidade cultuada no coronelismo

Das fronhas às esposas amadas: a brutalidade cultuada no coronelismo

Blog, Marcelo Firmino
O coronelismo político mantém seu protagonismo em Alagoas, um dos Estados mais conservadores da Federação. Nesse tempo, quando a campanha eleitoral descamba no interior do Estado para que os atores políticos passem a desrespeitar as mães e esposas alheias, quando expõem até a pluralidade das fronhas de forma preconceituosa, só demonstra que as velhas práticas do passado nefasto não foram abandonadas. Pelo contrário. Continuam cultivadas como demonstração de força, machismo e absoluta falta de vergonha. O coronelismo criou sua elite que hoje domina currais eleitorais no Estado e esta não admite mudança de rumos no poder.  Daí, transformam os municípios em capitanias hereditárias para o deleite de pais, mães, filhos, filhas, irmãos, primos, primas... E com essa cultura no pal
De olho no poder, MDB está a um passo de uma aliança com Bolsonaro

De olho no poder, MDB está a um passo de uma aliança com Bolsonaro

Blog, Marcelo Firmino
A nova política cantada em verso e prosa por parte dos brasileiros até recentemente está sendo sepultada, sem remorsos, no enredo traçado pela velhas "raposas" do País. Primeiro, o bloco do Centrão chegou e se instalou no poder com todas as pompas de braço forte da política nacional, hoje cultuado pelos poderosos do Planalto. Segundo, entra em cena o velho e matreiro MDB que está flertando com os gabinetes palacianos do governo Bolsonaro, assim como fizeram PL, PSD, PP, PTB de Roberto Jefferson, e o Republicanos. Os caminhos do acordo do Palácio do Planalto com o MDB passam pelos senadores Renan Calheiros, nordestino de Alagoas, e Eduardo Braga, nortista do Amazonas. Nordeste e o Norte são duas regiões que, nas eleições passadas, não foram muito favoráveis a Jair Bolsonaro.
CRB em mais um vexame na série B começa a descer a ladeira

CRB em mais um vexame na série B começa a descer a ladeira

Blog, Esportes, Marcelo Firmino
Desde que o zagueiro Gum chegou na televisão e abriu o jogo dizendo que a equipe perdeu a classificação na Copa do Brasil por que havia problemas internos no grupo, que a torcida ficou desconfiada do time. Resultado é que depois disso o CRB não foi mais o mesmo do inicio do campeonato da série B e perde hoje de forma humilhante para o Guarani de Campinas por 3 a 1. Humilhante que por que  aos 15 minutos do primeiro tempo já estava perdendo por 2 a 0. Algo há e é grave no Ninho do Galo. A diretoria não esclareceu nada do que disse o Gum e pelo jeito vai continuar calada agora. O certo é que o CRB está descendo a ladeira no campeonato brasileiro da série B e deixando constrangidos os seus torcedores que acreditaram, desde o inicio, que este ano tudo seria diferente. Até co
No 1º dia do guia de TV, Davi Filho faz a melhor apresentação

No 1º dia do guia de TV, Davi Filho faz a melhor apresentação

Blog, Maceió, Marcelo Firmino
Em 2012 o então candidato a prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT) inovou os programas do guia eleitoral na televisão com filmes bem produzidos e a participação direta do candidato, andando nas ruas e favelas paulistas, reforçando o conceito de um mundo novo a ser criado a partir da sua eleição. A beleza plástica dos programas na TV logo encheu os olhos dos paulistanos. Os guias, mais dinâmicos, transformaram-se  em referências para os marqueteiros políticos do País inteiro, que passaram a copiar o formato nas campanhas dos seus candidatos de norte a sul. Em Maceió, na disputa pelo segundo mandato, o programa de TV de Rui Palmeira seguiu o modelo e se destacou dos demais. Agora na eleição de 2020, a receita de guia eleitoral parece ser a mesma. Pelo menos em Maceió. No pr
Renan sugere a Guedes cortar R$ 5 bi de emendas e acabar com supersalários

Renan sugere a Guedes cortar R$ 5 bi de emendas e acabar com supersalários

Blog, Marcelo Firmino
Em reunião com o ministro Paulo Guedes, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) sugeriu ao governo o corte de R$ 5 bilhões das emendas parlamentares para 2021, segundo disse em sua conta no Twitter. Além disso, propôs uma maior tributação dos salários superiores a R$ 50 mil, bem como o fim dos supersalários nos três poderes, conforme projeto já aprovado no Senado, segundo ele. Lembrou que só no Judiciário a economia seria de R$ 10 bilhões/ano. Renan declarou que como senador cumpriu sua missão institucional, ao promover uma reunião de pacificação entre o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o Ministro da Economia, Paulo Guedes. Nessa sua alçada pelos gabinetes palacianos, no atual governo, Renan Calheiros disse que "o Brasil merece o direito de viver em paz". Depo
Maia quer barrar avanço de Arthur Lira para chegar a presidência da Câmara

Maia quer barrar avanço de Arthur Lira para chegar a presidência da Câmara

Blog, Marcelo Firmino, Política
O deputado federal Arthur Lira (PP-AL) tem juntado forças na Câmara para a queda de braço que trava em direção à futura eleição da presidência da Casa. A eleição está marcada para fevereiro de 2021. Neste campo,  sua luta particular é com o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que não o quer como sucessor na mesa diretora. Maia quer o deputado Baleia Rossi (MDB-SP), que é seu principal aliado. Para ampliar seu leque de apoio, além de ser o nome de consenso do Palácio do Planalto, Lira quer assegurar a nomeação da presidência da Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso. A candidata dele é a deputada Flávia Arruda (PL-DF). Arruda é um nome com forte influência junto a bancada do PL, que garantiria a Arthur Lira mais apoio para chegar a presidência da Câmara.