15 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade

Brasil

Fiocruz entrega 2,2 milhões de doses de vacinas contra covid-19

Fiocruz entrega 2,2 milhões de doses de vacinas contra covid-19

Brasil
A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) entregou hoje (14) 2,2 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra a covid-19 ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). A fundação espera disponibilizar, nesta semana, um total de 5 milhões de doses, com a liberação de mais 2,8 milhões na sexta-feira (16). A entrega semanal de 5 milhões de doses é a maior desde que a Fiocruz começou a produzir a vacina no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), em fevereiro. As primeiras doses foram entregues em 17 de março e, até 2 de abril, 4,1 milhões de doses foram liberadas para aplicação. O total de doses entregues desde o início da produção chegou a 5,8 milhões na semana passada, e, com os números desta semana, a Fiocruz vai superar 10 milhões de doses produzidas e disponibil
Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em maio

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em maio

Brasil, Expresso
Trabalhadores informais nascidos em maio começam a receber hoje (15) a nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família. O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos nesse mês. Também hoje, a Caixa Econômica Federal depositará a revisão do auxílio emergencial para 236 mil novos beneficiários nascidos de janeiro a maio incluídos na nova rodada. Essas pessoas haviam sido excluídas por não se enquadrarem no público elegível, mas contestaram o benefício negado e conseguiram reaver o auxílio. Os nascidos de junho a dezembro reincluídos no auxílio emergencial receberão conforme o calendário de pagamentos divulgado no fim de março. A relação dos incluídos
Senado aprova inclusão de jornalistas como MEI

Senado aprova inclusão de jornalistas como MEI

Brasil
O Senado aprovou nesta quarta-feira (14) o texto-base de um projeto de lei que permite aos jornalistas se tornarem microempreendedores individuais (MEI). Com isso, jornalistas freelancers (profissionais que trabalham de forma independente) poderão pagar uma carga tributária menor. Atualmente, eles podem se enquadrar como microempresas ou empresas de pequeno porte, mas não como MEI. Os microempreendedores individuais pagam um valor único que inclui vários tributos federais – Imposto de Renda, Programa de Integração Social (PIS), Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) – e garantem cobertura da Previdência Social. Apenas poderão se tornar MEI os jornalistas com
Arthur Lira anula convocação de general para explicar farra da picanha

Arthur Lira anula convocação de general para explicar farra da picanha

Brasil
O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), hoje o principal aliado do presidente Jair Bolsonaro na política nacional, anulou a convocação do ministro da Defesa, general Braga Neto,   que seria obrigado a comparecer a uma comissão para explicar gastos das Forças Armadas com a compra de milhares de toneladas de carnes especiais e bebida alcoólica. Lira atendeu a pedido do líder do governo na Casa, Ricardo Barros (PP-PR), e do deputado Aluisio Mendes (Podemos-MA) para tornar sem efeito a decisão tomada pela Comissão de Fiscalização e Controle no dia 31. O deputado alagoano alega que o requerimento aprovado fazia menção apenas ao cargo de ministro da Defesa, sem explicitar o nome da autoridade - o que, segundo ele, não é permitido regimentalmente. A aprovação do requerimento ocorre
Bolsonarismo, uma seita que mata brasileiros todos os dias

Bolsonarismo, uma seita que mata brasileiros todos os dias

Brasil
Noticiar nesta pandemia vem se tornando frustrante e cansativo. Além da tragédia e corrupção (de sempre), há o negacionismo. Reforçar diariamente o óbvio (o vírus é grave, a ciência precisa ser ouvida) se tornou necessário porque muitos estão fixados em argumentos completamente conspiratórios, incompreensíveis e mentirosos. Apesar do recorde no número de mortes, lotação em hospitais (mesmo com o aumento de 61% na oferta de leitos), falta de medicamentos e colapso até no mercado de caixões, com a primeira queda da expectativa de vida do brasileiro desde 1945 e até mesmo a população diminuindo de tamanho, há quem ainda teime contra a gravidade do vírus. A covid-19 já matou 360 mil pessoas no Brasil e mais outras 3 mil a cada 24h, provocando uma tragédia sem tamanho. Com diversas ra
Polícia Federal diz que ministro atua em favor de criminosos

Polícia Federal diz que ministro atua em favor de criminosos

Brasil
A Polícia Federal encaminhou ao Supremo Tribunal Federal notícia-crime contra o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles por obstrução de investigação ambiental, advocacia administrativa e organização criminosa. A peça foi redigida pelo superintendente da PF no Amazonas, Alexandre Saraiva, e acusa Salles e o senador Telmário Mota de atuarem em favor de investigados da Operação Handroanthus GLO, que mirou extração ilegal de madeira na Amazônia no final do ano passado. Segundo Saraiva, além de dificultar a ação de fiscalização ambiental, Salles "patrocina diretamente interesses privados (de madeireiros investigados) e ilegítimos no âmbito da Administração Pública" e integra, "na qualidade de braço forte do Estado, organização criminosa orquestrada por madeireiros alvos da Operação
Queiroga anuncia 15,5 milhões de doses de vacina da Pfizer até junho

Queiroga anuncia 15,5 milhões de doses de vacina da Pfizer até junho

Brasil
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, informou hoje (14) que a Pfizer vai antecipar, para o primeiro semestre, a entrega de 2 milhões de doses da vacina contra covid-19 para o Brasil. O governo brasileiro tem um contrato com a farmacêutica para a entrega 100 milhões de doses até o final do ano. Com a antecipação, segundo Queiroga, estão garantidos 15,5 milhões de doses da vacina da Pfizer para os meses de abril, maio e junho. No mês passado, o presidente Jair Bolsonaro se reuniu com o presidente da Pfizer, Albert Bourla, e pediu a antecipação dos imunizantes. “Trago para os senhores uma boa notícia: a antecipação de doses da vacina da Pfizer, fruto de ação direta do presidente da República, Jair Bolsonaro, com o principal executivo da Pfizer, que resulta em 15,5 milhões da Pfize
Folha: Médicos em Manaus estão matando pacientes com nebulização de cloroquina em maternidade

Folha: Médicos em Manaus estão matando pacientes com nebulização de cloroquina em maternidade

Brasil
​ Em fevereiro, uma paciente do IMDL (Instituto da Mulher e Maternidade Dona Lindu), hospital público estadual em Manaus, viralizou ao aparecer sorridente recebendo nebulização de cloroquina. Na realidade, na UTI, Jucicleia de Sousa Lira, 33, apenas piorava e perdia a luta contra a Covid-19. Ela morreu 27 dias após o nascimento do filho único. Enquanto a causa da morte oficial foi 'infecção generalizada em decorrência da Covid-19', a responsável por viralizar o tratamento foi a ginecologista e obstetra paulistana Michelle Chechter, que atua em Manaus com o marido, o também médico Gustavo Maximiliano Dutra, Segundo a Folha, a Dra. Chechter fez a paciente assinar um termpo autorizando uma “técnica experimental nebuhcq líquido, desenvolvida pelo dr. Zelenko”. E teria autorizado ai
Comissão de juristas da OAB: Bolsonaro fundou a República da morte

Comissão de juristas da OAB: Bolsonaro fundou a República da morte

Brasil
Comissão criada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para avaliar as ações do governo federal à frente da pandemia de covid concluiu que o presidente Jair Bolsonaro cometeu crimes de responsabilidade e contra a humanidade ao fundar uma ‘República da Morte’ no País. Segundo o colegiado, Bolsonaro agiu deliberadamente contra medidas de proteção ao coronavírus e se omitiu em diversas situações que poderiam reduzir o número de óbitos causados pela doença. A comissão foi presidida pelo ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Carlos Ayres Britto e contou com a participação dos juristas Miguel Reale Jr., Carlos Roberto Siqueira Castro, Cléa Carpi, Nabor Bulhões, Antonio Carlos de Almeida Castro, Geraldo Prado, Marta Saad, José Carlos Porciúncula e Alexandre Freire. O relatório de 24 pá
Senado abre CPI da Pandemia e investigará ações e omissões da União

Senado abre CPI da Pandemia e investigará ações e omissões da União

Brasil
A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da covid-19 no Senado vai investigar tanto ações quanto omissões do governo federal em meio à pandemia, além de fiscalizar recursos da União repassados a estados e municípios, anunciou hoje o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). Segundo Pacheco, deverão ser excluídas "matérias de competência constitucional atribuídas aos estados, ao Distrito Federal e a municípios". Pacheco leu hoje o requerimento que pede a criação da CPI elaborado por Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e afirmou que a este seria juntado o pedido de CPI feito pelo Eduardo Girão (Podemos-CE). O primeiro queria se ater ao governo federal. O segundo queria uma CPI mais ampla. A leitura aconteceu durante sessão do plenário da Casa, como parte dos procedimentos necessár