20 de outubro de 2021Informação, independência e credibilidade

Wagner Melo

Wagner Melo é jornalista profissional formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal/2000) e pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Cesmac (2010). Possui experiência em assessoria de imprensa, redação publicitária e passagem em veículos como a Gazeta de Alagoas (onde foi revisor, repórter de Cidades e Política e, posteriormente, editor-adjunto de Cidades) e Folha de S. Paulo (colaboração em Alagoas). Também foi repórter na Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) de Maceió e é coautor do livro “Maceió: Perspectivas e Desafios”.

No Brasil é bem pior!

No Brasil é bem pior!

Blog, Wagner Melo
O Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê que a inflação no Brasil deve encerrar 2021 em 7,9%. Isso nos deixa bem acima da previsão de 5,8% para os países emergentes e de 4,8% da estimativa mundial. Segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), a inflação em nosso país deve ser maior do que a registrada em 83% dos países ao redor do mundo. Agradeçam à política econômica do governo Bolsonaro, capitaneada por Paulo Guedes, que prioriza a desvalorização do real frente ao dólar e mergulha o país numa incerteza fiscal preocupante. A constante crise institucional também abala as nossas estruturas, tornando a vida muito mais cara, corroendo a renda e empobrecendo a população. Enquanto Eduardo Bolsonaro, em sua cafonice alimentada por dinheiro público, posa de sheik em Dubai, pessoas no

O “apagão” das redes e a geração dos chips no punho e na testa

Blog, Wagner Melo
O “apagão” das redes sociais dessa segunda-feira (4) suscitou o debate sobre o quão grande é a nossa dependência da internet. O quanto de importância tem a vida on-line e a real. Confesso que sou fã de tecnologia. Ela facilita nossas vidas de uma maneira formidável. Sou de uma geração que experimentou a transição digital e que testemunhou como os recursos que temos hoje tornaram nossas vidas mais fáceis. Por exemplo, ela nos permite fazer pagamentos sem precisar enfrentar trânsito e filas em bancos e lotéricas; falar com alguém em qualquer lugar (tem a parte ruim nisso também); poder chamar um carro e se deslocar para onde quiser; reencontrar e restabelecer laços com pessoas que você perdeu contato ou que se mudaram para longe; transferir dinheiro imediatamente. Mas, é claro, que

Agiotagem da morte

Blog, Wagner Melo
O povo desempregado e passando fome. O que faz o governo Bolsonaro para minimizar os impactos da tragédia que e essa administração? Empresta dinheiro aos mais vulneráveis a juros acima do mercado. Não se fala em auxílio econômico ou políticas de geração de emprego e renda. O programa Crédito Caixa Tem, lançado no início desta semana, vai permitir empréstimos entre R$ 300 e R$ 1 mil, com taxa de 3,99% ao mês. Somente para fazer uma comparação, a taxa média do sistema bancário é de 1,45% ao mês e o crédito pessoal geral é de 2,42% mensais, de acordo com o relatório Estatísticas Monetárias e de Crédito, do Banco Central. O público principal desse empréstimo não vive um bom momento. São pessoas que têm conta poupança social, aquela aberta pela Caixa para pagar o auxílio emergencial

Tá osso! Literalmente

Blog, Wagner Melo
Se tem uma luz no final do túnel para os brasileiros, ela é o farol de um trem vendo em nossa direção. A fome e a miséria passaram a ser exploradas por gente sem um pingo de empatia e sensibilidade. Que o diga a jornalista da TV Globo Gabriella Bridi. Ela traz o relato do que viu durante a ida a um açougue. "Entrei num açougue e tinha a placa 'osso não é doação. R$ 4 o kg'. Até pouco tempo, o osso era descartado. Agora q as pessoas estão com fome e sem dinheiro, o osso é pago. Pois o meu dinheiro esse açougue não terá. A ganância e a insensibilidade diante da realidade é bizarra". Entrei num açougue e tinha a placa "osso não é doação. R$ 4 o kg". Até pouco tempo, o osso era descartado. Agora q as pessoas estão com fome e sem dinheiro, o osso é pago. Pois o meu dinheiro esse açougu

Bolsonaro e o sapo

Blog, Wagner Melo
Jesus Cristo utilizava parábolas para transmitir ensinamentos, segundo a Bíblia. Hoje, se estivesse entre nós, em carne, e fosse questionado sobre se acredita no recuo do atual presidente da República, Jair Bolsonaro, Ele utilizaria a seguinte parábola: Certa vez, um escorpião aproximou-se de um sapo que estava na beira de um rio. O escorpião vinha fazer um pedido: “Sapinho, você poderia me carregar até a outra margem deste rio tão largo?” O sapo respondeu: “Só se eu fosse tolo! Você vai me picar, eu vou ficar paralisado e vou afundar.” Disse o escorpião: “Isso é ridículo! Se eu o picasse, ambos afundaríamos.” Confiando na lógica do escorpião, o sapo concordou e levou o escorpião nas costas, enquanto nadava para atravessar o rio. No meio do rio, o escorpião cravou seu
Fabrício Queiroz é tietado pelos “anticorrupção”

Fabrício Queiroz é tietado pelos “anticorrupção”

Blog, Política, Wagner Melo
Ele chegou à manifestação bolsonarista, no Rio de Janeiro, na manhã deste 7 de Setembro, e foi tratado como uma supercelebridade. Abraçado, aclamado, puxado para selfies. Mas, ele é feio, então, o que Fabrício Queiroz tem que atrai tanta simpatia? Não sei. Os bolsominions são amebas intelectuais. Acredito que não sabem o sentido da palavra “coerência”. Essa gente faz um discurso anticorrupção, mas, idolatra um corrupto confesso. Queiroz coordenava o esquema de rachadinhas de salários no gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro, filho 01 do presidente da República. Ao lado de Queiroz, no ato antidemocrático, o deputado federal Otoni de Paula. Aquele que já foi alvo de mandado de busca pela Polícia Federal, expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em investigaçã

Bolsonaristas empoderaram o mal. Agora, querem perpetuá-lo

Blog, Wagner Melo
Político não é para ser idolatrado. É para ser cobrado e ponto. A idolatria ao que existe de pior no mundo gerou uma a aberração. O Produto Interno Bruto (PIB) em queda, a gasolina a R$ 6 no postos de Maceió, 9% de inflação, quase 20 milhões de brasileiros com fome, falta de água e luz, e os retardados cobrando essa fatura ao... Lula! Alguém avisa a essa galera que Luiz Inácio Lula da Silva não é presidente do Brasil há dez anos, oito meses e alguns dias? Que eles colocaram o incompetente do Bolsonaro no poder e agora que o balancem? Os arrependidos já pularam fora do barco. Agora, só restaram os escrotos mesmo. Uma gente que não tem vergonha de se emperequitar de verde e amarelo para reivindicar a desgraça do próprio país. Estão satisfeitos com a destruição da nossa indústria?
É dose? Para extrema-direita, Maria da Penha é a Vilã da História

É dose? Para extrema-direita, Maria da Penha é a Vilã da História

Blog, Wagner Melo
Sabem quem é Marco Antonio Heredia Viveros? É o psicopata que tentou matar a esposa, a farmacêutica Maria da Penha, em 1983. Primeiro, um tiro de espingarda, que a deixou paraplégica. Não satisfeito, depois, ele tentou eletrocutá-la. A luta de Maria da Penha por justiça resultou na lei que leva o nome dela, sancionada em 2006, um marco na proteção às mulheres vítimas da violência. Pois, não é que a direta arrombada agora sai em defesa do marido que tentou matá-la? O deputado estadual Jessé Lopes (PSL-SC) – bolsonarista, é lógico – postou uma foto em seu Instagram ao lado do economista Marco Antonio Heredia Viveros com uma legenda, no mínimo, revoltante. Veja: Tem justificativa para o que este senhor fez? Para os doentes (sim, o bolsonarismo é uma patologia não apenas social),

A esperança é a última que morre. Mas, morre!

Blog, Wagner Melo
O momento é triste, em minha vida não lembro época tão desfavorável para ser trabalhador. A não ser nos anos 80, em que era ensurdecedor o tic-tic das maquininhas que remarcavam os preços nos supermercados. O pão do café da manhã não era comprado ao mesmo preço do pão comido no jantar. Ter carro? Coisa de poucos. Lembro dos ônibus da viação Progresso com trabalhadores fazendo viagem pendurados na porta, correndo o risco de não chegarem ao trabalho, todas as manhãs. Tempos duros, interrompidos pela gestão “comunista”, que pegou a economia cambaleando, porém estável, da gestão tucana. O Plano Real, que elegeu e reelegeu FHC, deu um pouco de previsibilidade às vidas dos brasileiros. As pessoas passaram a saber o quanto pagariam num bem ou produto nos dias seguintes, pois, a inflação est

Trinta anos depois, bebê do Nirvana volta a nadar atrás do dólar

Blog, Wagner Melo
O bebê da capa do icônico álbum Nevermind, do Nirvana, cresceu. A parte do corpo dele que mais aumentou, proporcionalmente, foi o olho. Tanto que ele o pôs numa grana preta caso vença o processo que move contra a banda e as gravadoras, por exploração sexual infantil. Aos quatro meses de idade, ele aparece nu, debaixo d’água, sendo “fisgado” por um anzol onde a isca é uma nota de um dólar. Parece que trinta anos depois – o álbum foi lançado em 1991 – Spencer Elden continua nadando atrás da grana. Ele quer US$ 150 mil (cerca de R$ 787 mil) de cada uma das partes acusadas no processo e que seu caso seja analisado por um júri. No total, são 15 réus, como os membros da banda e a viúva de Kurt Cobain, Courtney Love, além da gravadora que lançou e distribuiu o disco. As alegações dos