15 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade
Blog

Considerado e as intrigas da turma do Gabiru com maconha estragada na pandemia

Em meio a tantas brigas e intrigas tão achando que maconha estragada é boa para afogar o ganso

Fim de ano, a pandemia solta feito a besta fera, e o Considerado numa tristeza de que dá dó. As razões são óbvias. Além da escalada do coronavírus, a crise existencial, ainda há o grupo do Gabi que hoje está mergulhado no caos.

“Tá um povo sem noção”, reclama ele para a avó Nildinha como se fosse – o próprio – a cara da sensatez.

O grupo de amigos do Considerado só está se comunicando pelo WhatsApp. Principalmente depois de uma festa na fazenda do Pastor, onde a aglomeração se fez vida em baixo de uma bica de água fria. E outra numa casa de praia de Purê Azedo, onde o chope jorravas nas torneiras, resultando na contaminação pelo vírus do próprio dono da casa e outros dois parceiros.

Assustaram-se todos. Resolveram parar de tanta exposição ao perigo, embora muitos tenham a doença como gripezinha e se sintam imunizados com a cloroquina.

“Tá um povo sem noção”, resmunga. E Nildinha responde: – Sem noção já são há muito tempo.  Isso não é de hoje. Sem falar que quase todos são “bozoides” devotos.

–É verdade vó. Tanto que Cordeirão Zabumbeiro anda posando no Zap com uma combreia do tempo do império, dizendo estar pronto para caçar comunista. O tonelada, que mais parece um peixe boi, só não bota farda do Exército por que não tem medida que caiba nele. Ainda tem o magistrado que importou uma Glock, com imposto zero, deu 12 tiros no quintal de casa no Aldebaran, na tentativa de matar um guiné, e não acertou nenhum. Tudo sem noção.

-Que horror, meu neto. Saia desse meio.

-Estou pensando seriamente. Imagine que o Pastor, metido a dono da verdade, inventou uma lista de devedores dos ovos goros que vende e, todo fim de ano, cobra como se fosse o dízimo dos amigos, na maior cara de pau.

-E aquele doutor, grandão com aquele dedo lindo, o que ele anda fazendo?

-Meu Deus, vó. Ele, o nosso coleguinha, está tomando conta do irmão, o Caturité, que está internado com Covid. Mas vai ficar bom.

-Então me diga por que esse bando de macho veio, bom de ter vergonha, anda de futrica, brigando nesse tempo?

-Acho que entraram na “vibe” do Corregedor MP: falta do que fazer…

-Pode ser, mas quem brigou?

-Batoré brigou com Bill Pontão por causa de uma garçonete  e estão intrigados.

-Ridículo.

-Tonelada brigou com o Manguito por causa de uma galinha veia.

-Eu sabia que tinha raparigagem no meio.

-Não vó, é uma galinha velha.

-Dá no mesmo.

-Cobra Coral brigou com o Portuga por causa do Santa Cruz…

-Quem é Portuga?

-Expoente guru da direita alagoana, importado de angola.

-Meu Deus…

Braço de Pistola intrigou-se do Gabiru por causa de duas doses de uísque.

-Que vergonha.

-Rui Caceteiro brigou com Peixe Boi por causa de um papeiro.

-Um papeiro?

-É. Um pegou na bunda do outro.

-Por nossa senhora, que coisa feia… Você brigou com quem?

-Mandei o pequeno pônei, metido a burguês e comunista, tomar no cu.

-Pelo amor de Deus… Agora me diga: O meu lindinho Zé Fumacê brigou com alguém?

-Só com o cigarro de maconha.

-Ah, que saudade…

-De quem vó, dele ou da erva?

-Dos dois…

-Perdeu Cleópatra…

-Como assim perdeu?

-Ele está em outra.

-Quem é a nova quenga desse traidor?

-Ele agora anda fazendo rendezvous fumaçado com Alexander Bombinha e o Ganso no quintal do Gabiru.

-Que horror, depois de veio vira casaca.

-Tá pirado.

-Ou achando que maconha estragada é boa para afogar o ganso!