18 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Ministro das Minas e Energia ‘paga a conta’ da alta dos combustíveis e é exonerado

Bolsonaro preferiu demitir ministro que não tem influência nenhuma na Petrobras

Bolsonaro tenta se livrar da alta dos combustíveis e demite ministro das Minas e Energia

O ex-ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, foi exonerado, a pedido, pelo presidente Jair Bolsonaro. O anúncio foi publicado na edição desta quarta-feira, 11, no Diário Oficial da União (DOU).

Adolfo Sachsida foi nomeado e agora irá comandar a pasta, conforme informado no documento.

No histórico, Saschida carrega o título de ex-chefe da Assessoria Especial de Estudos Econômicos do Ministério da Economia.

A mudança acontece em meio à duras críticas de Bolsonaro em relação ao lucro da Petrobras, que ele nomeou como ‘estupro’. O presidente também questionou em diversas situações o valor do combustível. O curioso é que o ministro não tem influência nenhuma na  Petrobras. Só quem pode agir lá é o próprio Bolsonaro.

Albuquerque, então, “pagou a conta” com o cargo.