11 de agosto de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Ônibus de Maceió ganham adesivos para indicar “pontos cegos”

Previsão é que todos os veículos estejam com os adesivos até o final deste mês

Ônibus de Maceió ganham adesivos para indicar “pontos cegos”
Adesivos indicam os pontos cegos nos coletivos de Maceió. Foto: Idalécio Lucas/Ascom SMTT
A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Maceió iniciou, nesta terça-feira (2), a adesivação do “Ponto Cego” nos ônibus que integram o Sistema Integrado de Mobilidade de Maceió (SIMM).

A iniciativa é realizada em parceria com o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Maceió (Sinturb) e tem o objetivo de reduzir acidentes, e até mortes, que podem ser causados por pessoas que acessam esses espaços sem a visibilidade dos motoristas dos coletivos.

O evento contou com a participação de técnicos da SMTT, motoristas, ciclistas e motociclistas, e abordou os cuidados que devem ser tomados para evitar acidentes nas vias.

Os adesivos com a identificação dos pontos serão fixados nas partes laterais de todos os coletivos do SIMM, que operam na capital, para facilitar a identificação dos locais que as pessoas devem evitar. A previsão é que todos os veículos estejam com os adesivos até o final deste mês.

Mototaxistas participaram da ação realizada pela SMTT em parceria com o Sinturb. Foto: Idalécio Lucas/Ascom SMTT
Mototaxistas participaram da ação realizada pela SMTT em parceria com o Sinturb. Foto: Idalécio Lucas/Ascom SMTT

O Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) traz como tema da campanha deste ano “Juntos Salvamos Vidas”. A iniciativa compõe o trabalho desenvolvido pela autarquia municipal para evitar acidentes e preservar vidas.

O superintendente  da SMTT, André Costa, enfatizou o quanto os adesivos são  importantes para a segurança viária, já que foram registradas 56 colisões laterais envolvendo ônibus em Maceió.

“Existe um volume de colisões laterais envolvendo ônibus,  e parte desses acidentes são causados  pela existência do ponto cego e o desconhecimento que as pessoas têm sobre esse ponto. A ideia é conscientizar ciclistas, motociclistas e pedestres, para que eles entendam que há esse ponto cego e o motorista de ônibus não consegue enxergar”.

Superintendente da SMTT, André Costa, acompanhou a ação.  Foto: Idalécio Lucas/Ascom SMTT

Superintendente da SMTT, André Costa, acompanhou a ação. Foto: Idalécio Lucas/Ascom SMTT

Os adesivos já são utilizados em outras capitais como São Paulo, Fortaleza e Salvador. A medida é de baixo custo e serve como referencial sobre o ponto sem visibilidade para os motoristas dos coletivos.