29 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Republicanos ameaçam deixar base do governo e o Centrão no Congresso

Insatisfeito, presidente do partido diz que “Bolsonaro só atrapalha”

Marcos Pereira, presidente do Republicanos

Enciumado com o PP e o PL, o partido Republicanos (PRB), do bloco do Centrão, começa a reagir contra o governo Bolsonaro e ameaça abandonar a base governista.

A cúpula do PRB reclama que os pedidos da legenda não têm sido atendidos pelo Planalto, enquanto o PL e o PP levam tudo e todas as atenções do governo.

“Nós não estamos sendo tratados com o mesmo tipo de posicionamento dado aos demais partidos”, reclamou o deputado Vinícius Carvalho (PRB-SP). Ele frisou que a legenda tem sido leal ao governo.

Mas, segundo ele, o motivo da eventual saída da base de governo são as próprias atitudes do presidente. “A partir do momento em que a gente começou a conhecer mais de perto as ações do mandato de Bolsonaro, que são as mesmas da época de deputado federal, a coisa ficou difícil”, afirmou, sob a condição de anonimato. “A gente esperou para ver se a coisa ia melhorar. Ferir menos a imprensa, aglomerar menos, falar menos. Não foi nada daquilo. Quem está ficando com ele é só por interesse.”

Na última quarta-feira,  o presidente da sigla, Marcos Pereira, disse que Bolsonaro “só atrapalha” as negociações, inclusive para que a legenda atraia nomes na janela partidária. “Está caminhando bem a vinda de novos parlamentares. A gente vai sair um pouco maior do que é, sem a ajuda do presidente, porque, até agora, ele só atrapalhou”, disparou.

O dirigente do PRB diz que a legenda vau esperar até abril, para ver “o caminho que o partido irá seguir”.