4 de dezembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Requalificação do Centro de Maceió é retomada hoje

Serviços foram paralisados temporariamente devido aos achados arqueológicos durante os trabalhos na Rua da Alegria.

Fotos: Joyce Marina/Ascom Seminfra

Após vistoria da equipe técnica da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) realizada nesta segunda-feira (15), as obras de regularização de calçadas e acessibilidade do Centro serão retomadas amanhã (16). Os serviços foram paralisados temporariamente devido aos achados arqueológicos durante os trabalhos na Rua da Alegria.

“Nossas equipes darão continuidade à implantação da rede de drenagem na Rua da Alegria, primeiro local que está sendo beneficiado com a obra de acessibilidade, seguindo os critérios do IPHAN. Os serviços serão agilizados para diminuir os prejuízos e transtornos aos empresários e usuários do Centro”. Vandebilto Magalhães, secretário interino da Seminfra.

Na última sexta-feira (12), em reunião com a autarquia federal, a Prefeitura definiu que contratará arqueólogos para acompanhar toda a obra. O objetivo é assegurar que sejam feitos os registros dos achados arqueológicos junto com o avanço dos serviços de requalificação.

Requalificação e acessibilidade

Autorizada pelo prefeito JHC, a obra está orçada em quase R$ 5 milhões. O projeto de revitalização foi elaborado pela equipe de arquitetos e urbanistas da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet) e beneficiará, aproximadamente, 11 mil pessoas que circulam pelo calçadão diariamente, além de lojistas e ambulantes.

Dentre as melhorias estão a substituição de pisos, a implantação de faixas de acessibilidade e vias compartilhadas, além de reabilitar e ampliar todo o calçadão.

Serão contempladas as Ruas: Augusta, da Alegria, Boa Vista, 2 de Dezembro, do Livramento, Cincinato Pinto, Barão de Penedo, do Comércio, Oliveira e Silva, Melo Morais, Agerson Dantas e do Sol, além do Beco São José, a Praça Dr. Manoel Valente de Lima e a Avenida Moreira Lima. A intervenção abrange uma área urbana de 40.304,67 m².