25 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade

Tag: Ramagem

‘Exagero’: Collor e FHC criticam STF ter barrado Ramagem como diretor-geral da PF

‘Exagero’: Collor e FHC criticam STF ter barrado Ramagem como diretor-geral da PF

Política
Os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Fernando Collor de Melo, este senador por Alagoas (PROS-AL), se reuniram em live nesta segunda-feira (4). E se disseram contrários à decisão de Alexandre de Mores, que impediu a posse de Ramagem, amigo de Bolsonaro, com diretor-geral da PF. Cabe ao presidente fazer a nomeação de quem quer que seja. Claro, tendo atenção ao currículo, mas nunca se pensou se é uma pessoa mais amiga ou menos amiga do presidente. É normal indicar, se uma pessoa conhecida, alguém com quem se identifique. — Fernando Collor (@Collor) May 4, 2020 Os choques entre poderes não ajudam a democracia. Acho que cabe ao Pr nomear o diretor da PF. Se o STF mantiver a decisão de afastar o nomeado terá de definir pessoalidade e moralidade pública. A ver os dados e argumen
Bolsonaro escolhe ex-superintendente da PF em Alagoas no lugar de Ramagem

Bolsonaro escolhe ex-superintendente da PF em Alagoas no lugar de Ramagem

Política
Barrado pelo STF para assumir como diretor-geral da Polícia Federal, Alexandre Ramagem sugeriu para o presidente Jair Bolsonaro um novo nome: Rolando Alexandre de Souza. A escolha foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União desta segunda-feira (4). Rolando é atualmente secretário de Planejamento da Abin (Agência Brasileira de Inteligência), comandada por Ramagem. Rolando assinou termo de posse na manhã de hoje cerca de 30 minutos depois de Jair Bolsonaro confirmar pelo Twitter a nomeação. Superintendente em Alagoas Apesar de não estar entre os mais experientes na casa, foi ele quem "desenrolou" o banco de dados Atlas, que reúne informações estratégicas para facilitar investigações da PF, narrou um amigo. O delegado é visto na PF como alguém muito pró-ativo e
‘Quem manda sou eu’: Bolsonaro anuncia recurso contra STF e veto de Ramagem na PF

‘Quem manda sou eu’: Bolsonaro anuncia recurso contra STF e veto de Ramagem na PF

Política
Indo contra a AGU (Advocacia-Geral da União), o presidente Jair Bolsonaro resolveu recorrer da decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes que impediu a posse do delegado Alexandre Ramagem no comando da Polícia Federal. A AGU já havia até divulgado uma nota pública na qual afirmou que não recorreria da suspensão da posse. "É dever da AGU recorrer. Quem manda sou eu e eu quero o Ramagem lá". Jair Bolsonaro, presidente.  Na solenidade no Palácio do Planalto, em que o novo ministro da Justiça fora nomeado e o mesmo deveria acontecer com Ramagem na diretoria-geral da PF, Bolsonaro reiterou que quer o delegado para o cargo. E que isso "brevemente se concretizará". "Eu quero o Ramagem lá. Foi uma ingerência, né? Mas vamos fazer tudo para o Ramagem. Se não
Derrota no STF faz Bolsonaro recuar e desistir de Ramagem para direção da PF

Derrota no STF faz Bolsonaro recuar e desistir de Ramagem para direção da PF

Política
O presidente Jair Bolsonaro revogou, na tarde desta quarta-feira (29), a nomeação de Alexandre Ramagem para o comando da Polícia Federal, após a mesma ter sido barrada no Supremo Tribunal Federal. Ramagem, amigo do filho Carlos Bolsonaro, algo de inquérito na Polícia Federal, havia sido confirmado como novo diretor-geral da PF. Mas agora, em edição extra do Diário Oficial da União, ele retorna ao cargo de presidente da Abin (Agência Brasileira de Inteligência), que ocupava antes de ser escolhido para o novo posto. O ministro Alexandre de Moraes (STF) havia cancelado a nomeação de Ramagem para a diretoria-geral da PF, feita um dia antes pelo presidente. A posse de Ramagem estava marcada para a tarde desta quarta-feira (29), no Palácio do Planalto. Assessores próximos ao preside
STF proíbe nomeação de Ramagem para direção geral da PF

STF proíbe nomeação de Ramagem para direção geral da PF

Brasil
O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu nesta quarta, 29, o decreto de nomeação do ex-diretor da Abin, Alexandre Ramagem, para a direção-geral da Polícia Federal. A decisão liminar atende pedido apresentado pelo PDT após o governo baixar decreto confirmando a indicação. A posse estava marcada para às 15h desta quarta. De acordo com o ministro, as declarações do ex-ministro Sérgio Moro sobre tentativa de interferências na autonomia da corporação, a divulgação de mensagens trocadas com o ex-ministro e a abertura do inquérito no próprio Supremo para investigar as acusações motivam a necessidade de impedir a posse de Ramagem. Segundo Alexandre de Moraes, o caso apresenta ‘ocorrência de desvio de finalidade’. “Tais acontecimentos, juntamente com o fa