24 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade

Tag: Temer

Temer admite que houve golpe contra Dilma (mas que não teria participado do mesmo)

Temer admite que houve golpe contra Dilma (mas que não teria participado do mesmo)

Vídeos
https://www.youtube.com/watch?v=SpCqMXKZXn8 Em entrevista ao programa Roda Viva, o ex-presidente Michel Temer (MDB) admitiu a existência do golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), que passou por um processo de impeachment deflagrado em 2016. Ele, vice da petista na época e que por pouco mais de um ano e meio assumiria a presidência, só não teria se empenhado ou apoiado a derrubada da presidente. E refuta ser chamado de "golpista". "Eu jamais apoiei ou fiz empenho pelo golpe. Aliás, muito recentemente, o jornal Folha detectou um telefonema onde o ex-presidente Lula me deu, onde ele pleiteava e depois esteve comigo para trazer o PMDB para impedir o impedimento. E eu tentei, mas a esta altura, eu confesso, que a movimentação popular era tão grande e tão intensa que os partidos j
Lava Jato: Temer se entrega à PF e vai cumprir nova ordem de prisão

Lava Jato: Temer se entrega à PF e vai cumprir nova ordem de prisão

Brasil
O ex-presidente Michel Temer (MDB) se entregou às 15h, nesta quinta (9) à Superintendência da Polícia Federal em São Paulo, na zona oeste da capital. O local onde permanecerá detido ainda não foi definido e deve ser decidido pelo TRF-2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região). A Justiça determinou na quarta que ele voltasse à prisão, já que o TRF-2 revogou recurso de Temer que permitiu sua saída da prisão. A defesa do ex-presidente recorreu ao STJ (Superior Tribunal da Justiça) contra a decisão da segunda instância. O recurso será analisado pelo ministro Antônio Saldanha Palheiro. O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro afirma que a soma dos valores de propinas recebidas ou prometidas ao suposto grupo criminoso chefiado pelo ex-presidente ultrapassa R$ 1,8 bilhão em
Governo corta em 79% recursos para combater violência contra a mulher

Governo corta em 79% recursos para combater violência contra a mulher

Blog, Marcelo Firmino
A falta de atenção básica para com a mulher tornou-se um mote contínuo no governo de Michel Temer e seus aliados que tomaram o poder de Dilma Rousseff (PT) e assumiram o Palácio do Planalto. Uma pesquisa realizada pelo portal Sigabrasil mostra o deliberado corte orçamentário do governo nos programas de proteção às mulheres vítimas de violência. Com isso, os programas estão ruindo. Ou seja: é estarrecedor constatar que de janeiro a julho deste ano o corte de recursos foi na ordem de 79%. A rede de atendimento e proteção à mulher vítima de violência envolve campanhas de conscientização e programas de assistência para diminuir traumas da violência sofrida. Dizem os dados que até julho deste ano a rede já havia registrado 80 mil denúncias de violência contra a mulher e mais de 740
Temer pede que ministros e deputados não se aquietem

Temer pede que ministros e deputados não se aquietem

Brasil, Política
O presidente Michel Temer recebeu hoje (13) líderes de partidos da base aliada do governo na Câmara dos Deputados e ministros para um café da manhã, no Palácio da Alvorada. No encontro, Temer pediu aos parlamentares apoio para a aprovação das reformas e fez uma apresentação do desempenho positivo da economia. O presidente pediu aos parlamentares para rebaterem as críticas feitas ao governo. Compareceram ao café 19 ministros e 17 parlamentares. Durante o discurso inicial no encontro, Temer disse os parlamentares que incentivem deputados e senadores a fazerem um “discurso de rebate” e não se aquietem quando ouvirem críticas. “Muitas vezes vejo que a pessoa vai para um lugar, ouve uma coisa negativa e se aquieta, fica em silêncio. Não pode se aquietar. Vejam nosso exemplo, não no
PF retrata Temer como chefe de quadrilha

PF retrata Temer como chefe de quadrilha

Brasil
A Polícia Federal incluiu em seu relatório sobre a atuação do chamado "quadrilhão do PMDB" dois organogramas para ilustrar a atuação de Michel Temer como líder da organização criminosa formada pelo PMDB na Câmara. Remetendo ao Power Point com Lula no centro - do coordenador da Lava Jato na Procuradoria em Curitiba, Deltan Dallagnol - a PF indica flechas para Temer, ao lado do ex-deputado Eduardo Cunha (RJ), no comando da "gestão do núcleo político" de uma suposta organização criminosa formada pela legenda na Câmara. Segundo a investigação, há indícios de que Temer tenha recebido vantagens de R$ 31,5 milhões — o que ele nega, afirmando que "fascínoras roubam a verdade". O relatório da PF servirá para embasar uma provável nova denúncia do procurador-geral, Rodrigo Janot, contra Tem