16 de junho de 2024Informação, independência e credibilidade
Interior

Acidental: Adolescente mata amigo com arma encontrada em casa

Garoto de 14 anos acreditava que a espingarda estava sem munição; Tiro foi na cabeça

O candidato à presidência, líder nas pesquisas, tem a ideia genial de armar a população para que ela mesmo se defenda de criminosos. Pessoas sem preparo para manusear uma arma de fogo e reagir em situações de assalto.

Além de ser contrária a todas as recomendações durante uma abordagem, o número de disparos acidentais pode aumentar. E o que aconteceu no interior do estado pode ser um exemplo trágico disso.

Na tarde desta segunda-feira (15), um adolescente de 16 anos morreu após levar um tiro enquanto estava na casa de amigos, no município de Campo Alegre, Agreste de Alagoas.

Os irmãos de 14 e 17 anos e o jovem morto brincavam com uma espingarda de caça encontrada no quintal de casa. Quem encontrou a arma foi o garoto mais jovem.

Ele imaginou que ela estivesse descarregada, e quando foi mostrar ao irmão e ao amigo na sala, ele disparou por acidente e o tiro fatal atingiu Antônio Carlos da Silva, conhecido como Tony.

Os irmãos saíram de casa, desesperados pedindo por socorro, mas não havia o que fazer. O tiro havia sido na cabeça e Tony já estava morto.

Os três estavam sós. A mãe e o padrasto dos irmãos não estavam em casa e a polícia, após acionada, encontrou ainda outra espingarda. As duas armas, pertencentes ao padrasto, não tem autorização segundo o delegado.

O menor de 14 foi autuado por ato infracional análogo ao homicídio culposo, na delegacia de São Miguel dos Campos, e em seguida liberado à mãe com a responsabilidade de apresentá-lo ao promotor de Campo Alegre. A linha de investigação aponta para um acidente.