10 de agosto de 2022Informação, independência e credibilidade

Blog

Recado de Lira para Collor: Ninguém é mais Bolsonaro em Alagoas do que eu

Recado de Lira para Collor: Ninguém é mais Bolsonaro em Alagoas do que eu

Blog, Marcelo Firmino
Depois do senador Fernando Collor ter se apropriado do "legado" político de Jair Bolsonaro, em Alagoas, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), resolveu reagir e disse a lideranças do agronegócio alagoano, que ninguém representa mais Bolsonaro no Estado do que ele. “Ninguém vai roubar isso de mim. Temos que saber diferenciar quem precisa de Bolsonaro e quem ajuda Bolsonaro a trabalhar”, disse o presidente da Câmara. Lira apoia a candidatura do senador Rodrigo Cunha (UB) ao governo do Estado, que tem como candidata a vice a deputada estadual Jó Pereira, que é prima dele. A declaração, com forte apelo emocional, tem como propósito alavancar eleitoralmente a chapa que abraçou, para derrotar as articulações políticas do arquinimigo, senador Renan Calheiros (MDB), cujo candidato
Djavan diz que a injustiça dói e que sempre votou no Lula e vai votar de novo

Djavan diz que a injustiça dói e que sempre votou no Lula e vai votar de novo

Blog, Marcelo Firmino
Aos 73 anos, o alagoano Djavan surge, mais uma vez em alto estilo, lançando Mundo de Paz, segundo ele, "tentando quebrar o obscurantismo  e a falta de esperança". O novo disco tem estreia de turnê marcada para março de 2023, em Maceió. Depois será lançado em 8 cidades dos Estados Unidos, conforme revela reportagem especial de Maria Fortuna, no jornal O Globo (RJ). Djavan se abre na entrevista falando de um disco "luminoso e feliz", como se a obra surgisse na construção de um mundo novo, pós pandemia. Ele diz que sua obra fala de política, "mas com outros argumentos",  e que, pessoalmente, não se deixou contaminar "por todas essas questões que envolvem o Brasil de hoje". Assim, diz que o disco vem combater o obscurantismo com beleza. Segundo ele, os tempos estão sombrios, ma

As vaias e o choque de realidade em Bolsonaro

Blog, Wagner Melo
Lembro-me de quando fui cobrir a entrega de uns apartamentos no Benedito Bentes com a presença do presidente Jair Bolsonaro. Dia de semana, lugar isolado, chuva e alguns ônibus na entrada do local do evento. Aqueles ônibus eram para quem? Era o transporte de gente humilde, levada por políticos para formar a claque presidencial. No meio daquelas pessoas, Bolsonaro partiu pra galera. Poderia caminhar à vontade em meio a apoiadores, criando a imagem de que é amado pelo povo e que se sente à vontade para sair às ruas, alfinetando Lula, que não pode vacilar com a segurança diante do crescimento do número de psicopatas com a ascensão do bolsonarismo. Domingo, 7 de agosto de 2022. Vida real. Bolsonaro é expulso de um restaurante em São Paulo aos gritos de “fora!”. Sem a claque e no meio
Política se transforma em grande negócio de família, com a arte (deles) de viver bem

Política se transforma em grande negócio de família, com a arte (deles) de viver bem

Blog, Marcelo Firmino, Política
Sabe aquela história da corrupção que indignava as pessoas em tempos recentes. Ela sumiu no vento como silvo de passarinho. E o que terá acontecido para que os mais exaltados contra a "corrupssaum" deixassem de lado a cantilena e se acomodasse na lida muda de então? Pode ter certeza que são os interesses específicos por trás de tudo, que levam à postura de relevar das aberrações até a irracinalidade das discussões em torno da política de agora. Política, aliás, que sempre foi, mas que nesses tempos exacerbou na conduta de transformação de um negócio de família. Não é preciso dizer que aqui se faz política de pai para filho. Os mandatos são, de certa forma, hereditários e as ramificações vão se ampliando para os mais diversos segmentos familiares. Enquanto grande e rentáv
CSA, no Z-4, aprofunda a crise depois da derrota para o Bahia na série B

CSA, no Z-4, aprofunda a crise depois da derrota para o Bahia na série B

Esportes, Marcelo Firmino
O CSA aprofundou a crise ao perder para o Bahia neste sábado, 06, por  1 a 0, na Arena Fonte Nova, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O gol do Bahia foi marcado pelo atacante Igor Torres, ainda no primeiro tempo, apesar do CSA ter apresentado uma postura mais ofensiva na partida de hoje. Com o time azulino se mantém na zona do rebaixamento com 20 pontos. O problema é que a campanha do Azulão tem deixado insatisfeita grande parte da torcida do outrora clube do Mutange. Hoje o clima que envolve parte da torcida azulina é de xingamentos e ameaças contra a diretoria do clube. Diante disso, as informações de bastidores dão conta de que o técnico Alberto Valentim está para deixar o comando técnico do time. Já o Bahia, com o resultado, reasumiu a vice-liderança d
Candidatura de Jullyene Lins, ex-de Arthur Lira, é um “déjà vu” na política alagoana

Candidatura de Jullyene Lins, ex-de Arthur Lira, é um “déjà vu” na política alagoana

Alagoas, Blog, Marcelo Firmino
A candidatura de Jullyene Lins, ex-mulher do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, a deputada estadual em Alagoas, é o sintoma real do clima tenso de enfrentamento entre os poderosos da política local. O nome de Jullyene deve ser homologado nesta sexta-feira, 05, na convenção do MDB, em Maceió. A própria direção do partido divulgou nota destacando a candidatura. Jullyene Lins processou na justiça o ex-marido, Arthur Lira (PP), alegando ser vítima de agressões físicas, perseguição "e ameaças por ter desafiado o poder econômico e político em Alagoas". O caso se arrasta nos tribunais, como tantos outros envolvendo autoridades no País. O senador Renan Calheiros, que tornou-se inimigo político de Arthur Lira, tratou de ser o padrinho da candidatura de Jullyene. A questão é
No vídeo: Uma jovem esmurrada barbaramente ou a perda provisória da consciência do agressor?

No vídeo: Uma jovem esmurrada barbaramente ou a perda provisória da consciência do agressor?

Blog, Marcelo Firmino, Policia
O doutor Raimundo Palmeira é um criminalista experiente e brilhante em sua carreira. E como tal tratou de se antecipar na defesa de um policial militar que agrediu uma mulher de forma bárbara e repugnante, em um  posto de combustível, em Maceió, esta semana. É claro que o agressor tem seu direito à defesa. Mas, o que o advogado pontuou antecipadamente na mídia foi uma hermenêutica jurídica  que diz "dê-me o fato e dar-te-ei o direito". E no caso específico "o fato" que convém para fazer a defesa de um agressor incontinente. É papel do advogado defender o cliente por meio de normas e estratégias que, muitas vezes, até escondem os fatos. E, claro, não se diz aqui que o nobre advogado assim o fez ao levantar o argumento da "perda provisória de consciência" do agressor. Mas, qu
Órgãos de Inteligência suspeitam de ataques terroristas no 7 de Setembro

Órgãos de Inteligência suspeitam de ataques terroristas no 7 de Setembro

Blog, Wagner Melo
A extrema-direita conservadora continua com seu projeto de atraso para o Brasil. Enquanto o mundo caminha para o metaverso, estamos ainda na década de 1960, no auge da “guerra contra o comunismo”, que já era uma das bandeiras de luta de Hitler na Alemanha, na década de 1930. Agora, os órgãos de inteligência investigam a possibilidade de termos outro episódio semelhante ao do Riocentro, registrado em 1981. Na noite de 30 de abril daquele ano, o Exército e a Polícia Militar do Rio de Janeiro planejaram um ataque terrorista para incriminar grupos de oposição à Ditadura Militar e recrudescer o regime, além de retardar a reabertura democrática no Brasil. Felizmente, a bomba explodiu antes do planejado e o sargento do Exército Guilherme Pereira do Rosário, de 35 anos, que a trazia no c
Ronaldo Lessa vice de Paulo Dantas: o lado de lá perdeu o bonde da democracia

Ronaldo Lessa vice de Paulo Dantas: o lado de lá perdeu o bonde da democracia

Blog, Marcelo Firmino
O ex-governador de Alagoas e atual vice-prefeito de Maceió, Ronaldo Lessa (PDT), assumiu a condição de pré-candidato a vice na chapa de Paulo Dantas, que vai disputar o governo do Estado. Para Lessa a tomada de decisão não foi simples, mas ele destaca que não poderia ter sido diferente no atual momento em que a democracia está ameaçada e o retrocesso político tem pontuado no País. Ao ser questionado pelo ÉAssim sobre o sentimento de ter rompido com o grupo do prefeito JHC (PSB), bem como o fator motivador para assumir a aliança política com o MDB, Lessa se manifestou com tristeza. Ele destacou que no primeiro momento foi muito sentido por conta do senador Rodrigo Cunha, candidato a governador pelo União Brasil, que "foi muito correto comigo". Já num segundo momento, observo
Considerado e o chiqueiro do Bozo com ouro em barra,  segundo a Cega Dedé

Considerado e o chiqueiro do Bozo com ouro em barra, segundo a Cega Dedé

Blog, Pequeno Polegar
Considerado senta-se à mesa para tomar uma jarra de vitamina de abacate, mas de olhos grudados no celular. Sua tarefa é acompanhar as redes sociais e os sites de sua preferência. Em determinado momento faz uma zoada que assusta a vó Nildinha e a atenta Cega Dedé. Isso depois de arregalar os olhos na leitura de um Twitter. E aí lascou a exclamação: "Eita porra!" -Que é isso seu desnaturado? - Recrimina a avó, mas também curiosa para saber o que ele viu de interessante no celular. Ele então de sorriso aberto responde: -É aquele ex-ministro da Educação de nome estranho, vó. O tal de Abrahão... -Abrahão, não, seu desmiolado. O nome dele é Abraham Weintraub. Trata-se de  um nome de origem hebraica. - Reagiu Nildinha exibindo seu saber de professora aposentada.  Ainda assim quis