29 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Alagoas já tem “dia D e hora H” da chegada de 70 mil doses da Coronavac

Em São Paulo, Renan Filho participou de reunião com governadores e foi informado pelo ministro Pazuello sobre plano de vacinação

Em suas redes sociais, o governador Renan Filho confirmou que já está com a primeira leva de 70 mil doses da Coronavac, vacina contra a Covid-19 aprovada neste domingo pela Anvisa.

Este primeiro lote chegará nesta segunda (18), no Aeroporto Zumbi dos Palmares, às 16h45. O Plano Estadual de Vacinação terá início nesta terça-feira (19), a partir das 8h da manhã, em Maceió, segundo o governador.

Renan Filhou participou, nesta manhã com demais governadores, de reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello para maiores detalhes sobre a distribuição da mesma.

Pazuello, ao centro, com governadores no Centro de Distribuição Logística do Ministério da Saúde, em Guarulhos. Foto: Imagem: Wanderley Preite Sobrinho/UOL

Neste primeiro lote, Alagoas receberá 70.080 doses da CoronaVac.

“Eu estarei presente no Aeroporto para receber as vacinas. Assim que chegarem, vamos acondicioná-las da maneira que manda o regulamento do Ministério da Saúde, em câmaras frias, e iniciar a distribuição para já amanhã, às 8 horas da manhã, iniciar o Plano Estadual de Vacinação. Vamos enviar, também, os imunizantes para os municípios que tenham o público prioritário a ser vacinado neste primeiro momento”. Renan Filho.

Serão vacinados, inicialmente, os profissionais da saúde que atuam na linha de frente de combate ao novo coronavírus em Alagoas, indígenas aldeados e pessoas com mais de 75 anos de idade.

“Vamos receber, nesse primeiro lote, 70.080 doses da vacina. A cada alagoano a ser vacinado teremos de destinar duas doses do imunizante, o que significa que teremos condições de vacinar, nesta primeira leva, 35.040 pessoas. Esse é o compromisso inicial e nós esperamos que, o quanto antes, recebamos novos lotes das vacinas para dar sequência a imunização da nossa gente”. Renan Filho.

A informação também foi celebrada pelo prefeito de Maceió, JHC:

Saúde

Ontem, o governador explicou que a quantidade de doses destinada para cada Estado é calculada pelo Ministério proporcionalmente ao total de habitantes, e considerando também a população indígena. Neste primeiro momento, o Ministério da Saúde entregará 6 milhões de doses divididas entre os estados.