16 de junho de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Alagoas registra ocupação de 77% na rede hoteleira no feriado de Finados

Índice é considerado alto para um período tão próximo da alta temporada e de outro feriadão

Dados mostram que Alagoas é cada vez mais um destino de destaque para os viajantes nacionais. Foto> Ascom Setur

Alagoas deve registrar um alto número de turistas neste feriado nacional de Finados. A rede hoteleira do estado registra uma ocupação de 77% a partir desta quinta-feira (2), de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Alagoas (ABIH-AL).

Segundo a Superintendência de Planejamento e Prospecção de Negócios da Secretaria de Estado do Turismo de Alagoas (Setur), o estado possui 45 mil leitos na rede hoteleira. Com a ocupação de 77%, é estimado que cerca de 35 mil leitos estejam ocupados durante o feriado.

Para a secretária de Estado do Turismo, Bárbara Braga, os dados mostram como Alagoas é cada vez mais um destino de destaque para os viajantes nacionais.

“A ocupação hoteleira em um patamar tão significativo é uma clara demonstração do valor que nosso Destino Alagoas oferece em termos de experiências turísticas. É o resultado da  estratégia de unirmos poder público com a iniciativa privada, que, com números como esse, se mostra cada vez mais assertiva”, enfatiza Braga.

No ano passado, o feriado de Finados caiu em uma quarta-feira, trazendo um número menor de turistas. Este ano, apesar da proximidade com o feriadão de 12 de outubro e com o início da alta temporada, o índice cresceu.


R$ 2 bilhões de reais

O Governo de Alagoas já anunciou 45 voos extras na alta temporada 23/24, o que deve trazer mais de um milhão de passageiros ao Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares. Além da ampliação da malha aérea, que impulsiona o setor turístico do estado, a temporada de cruzeiros também contará com resultados positivos para Alagoas.

Dez navios irão fazer 28 paradas no porto da capital alagoana, representando um aumento de 63% no número de leitos a bordo destas embarcações. Somente no período da alta temporada 23/24, os turistas vindos pelo porto e aeroporto da capital devem injetar cerca de R$ 2 bilhões na economia alagoana.