24 de maio de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Alagoas registra redução de 20,4% nas mortes violentas nos primeiros dias em maio

Segurança Pública do Estado também constata queda nos feminicídios em relação ao ano anterior

Foto: Pei Fon/ Agência Alagoas

O Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Segurança Pública, apresentou nova redução de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI).

Segundo o Núcleo de Estatística e Análise Criminal da SSP, o Estado reduziu em 20,4% o número de homicídios do início de maio até a última segunda-feira (13), em comparação com o mesmo período do mês de 2023. Destaque no país, o índice já é um dos melhores da série histórica. Os dados foram apresentados ao governador interino Fernando Tourinho.

Ainda de acordo com os dados da SSP, houve uma redução de 5,5%, com janeiro contabilizando 101 CVLIs, fevereiro registrando 80 casos, março com 102, abril acumulando 92, e 39 crimes até o último dia 13, totalizando 414 homicídios em 2024.

Referente, somente ao mês de abril, em Alagoas houve uma redução de 6,12% em relação ao mesmo mês de 2023. Enquanto no ano passado, foram registrados 98 CVLIs, agora foram contabilizados 92 crimes. Em Maceió, a redução foi mais considerável ainda com a redução de 10 mortes no mesmo período, de 41 para 31 homicídios.

FEMINICÍDIOS E APREENSÕES

No acumulado de janeiro até abril de 2024, em Alagoas houve o registro de sete casos de feminicídios, o que representa a redução de um caso a menos. Em 2023, o Estado registrou 19 mortes durante todo o ano, que significa uma redução de 40% em relação ao ano de 2022, o segundo melhor resultado do país, ficando atrás do Amapá.

Quanto aos resultados das apreensões de armas e drogas em Alagoas, a SSP também registrou redução. De acordo com os dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal, em abril de deste ano, foram apreendidas 111 armas, enquanto que no mesmo mês de 2023, foram 117 armas.

Estiveram presentes na apresentação, que aconteceu no Cisp do Trapiche, ao lado do governador interino Fernando Tourinho os secretários de Estado Felipe Cordeiro (Gabinete Civil), Flávio Saraiva (SSP), o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Paulo Amorim, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Sérgio Verçosa, o delegado-geral de Polícia Civil, Gustavo Xavier, a perita-geral Rosana Coutinho, entre outros representantes da cúpula de segurança do Estado.