16 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Ambulatório Estadual de Endometriose completa um ano com mais de 500 atendimentos realizados

Localizado no Hospital da Mulher, no bairro Poço, em Maceió, unidade conta com atendimento multiprofissional

Ambulatório Estadual de Endometriose funciona há um ano no Hospital da Mulher, no bairro Poço, em Maceió. Foto: Carla Cleto / Ascom Sesau

Inaugurado no Dia Internacional da Mulher, o primeiro Ambulatório de Endometriose da Rede Pública de Saúde do Estado completou um ano com o registro de 517 atendimentos realizados, sendo 451 em 2023 e 66 nos dois primeiros meses de 2024. Localizado no Hospital da Mulher (HM), no bairro Poço, em Maceió, a unidade conta com atendimento multiprofissional formado por médicos, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos e nutricionistas.

O acesso ao serviço se dá pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), gerenciadas pelas Secretarias Municipais de Saúde (SMSs), que realizam o agendamento por meio do Sistema de Regulação Estadual (Sisreg). O atendimento acontece às segundas-feiras e assiste 24 pacientes por dia.

A endometriose, cujo Dia Nacional de Luta ocorre nesta quarta-feira (13), é uma doença que afeta o tecido de revestimento interno do útero, chamado de endométrio, que se implanta e cresce em outros órgãos, como ovários, trompas, bexiga e intestinos. Ela também se caracteriza pelas células que respondem a hormônios femininos, como o estrógeno e a progesterona, também responsáveis pela menstruação.

O secretário de Estado da Saúde, médico Gustavo Pontes de Miranda, enfatizou a importância de oferecer o tratamento completo a mulheres acometidas com endometriose. “É fundamental que as pacientes tenham um acompanhamento multiprofissional, visando sempre minimizar os impactos da doença”, disse o gestor da saúde estadual.