16 de junho de 2024Informação, independência e credibilidade
Política

Arthur Lira quer R$ 35 bi em emendas para compensar orçamento secreto

Pelo planejamento do deputado, segundo O Globo, mais de R$ 28 bilhões teriam que ser de pagamento obrigatório

Arthur Lira negocia para turbinar emendas para compensar orçamento secreto

Diante da manifestação do Supremo Tribunal Federal (STF) pela extinção do Orçamento Secreto do Congresso Nacional, o presidente da Câmara,Arthur Lira, navega entre seus comandados para convencer da necessidade de turbinar as emendas de comissões, que hoje somam R$ 6,8 bilhões.

Com isso, ele pretende controlar o Orçamento da União, tirando o controle do Poder Executivo. Para fazer valer esse interesse, Lira precisa convencer os líderes partidários do parlamento.

Desta forma o presidente da Câmara, segundo o jornal O Globo, busca encontrar uma maneira de substituir o orçamento secreto, extinto pelo STF em dezembro de 2022, e cujo valor previsto para 2023 era de R$ 19,4 bilhões. Em suas articulações o deputado também buscar transformar em pagamento obrigatório as emendas de comissões de quase R$ 7 bilhões.

A dinheirama em meta

Se totalmente executadas da forma como planeja o presidente Arthur Lira, a soma das emendas individuais, de bancadas estaduais e de comissão vai atingir R$ 35,8 bilhões este ano.

De pagamento obrigatório, as duas primeiras podem atingir R$ 28,9 bilhões.