22 de maio de 2024Informação, independência e credibilidade
Expresso

Base de Atendimento do Bom Parto supera 42 mil atendimentos prestados

Base de Atendimento do Bom Parto supera 42 mil atendimentos prestados
Foto: Jonathan Lins / Secom Maceió
A Base de Atendimento do Bom Parto realizou mais de 42 mil atendimentos entre dezembro e abril, beneficiando os moradores da área afetada pelo afundamento do solo nas regiões vizinhas.

A mega estrutura de serviços conta com a participação de várias secretarias da Prefeitura de Maceió e foi criada para suprir as necessidades da comunidade, que enfrentava dificuldades para acessar certos serviços públicos devido ao isolamento social provocado pelas consequências da mineração.

No local, as secretarias de Saúde, Desenvolvimento Social, Mulher e Cidadania, Bem-Estar Animal, Defesa Civil, Ação Cultural e Esportes passaram a oferecer atendimentos diários, de segunda a sexta, transformando a realidade do bairro.

Josileide Ferreira, residente da região e pessoa com deficiência, se diz grata pela comodidade de ter assistência médica quase à sua porta. “Tem sido muito útil, porque tínhamos que gastar com transporte e estava ficando difícil. A grande vantagem é não precisar me deslocar muito, especialmente por ser deficiente”, comemora.

Um dos serviços muito demandados na Base é a castração de cães e gatos, oferecida pela Secretaria Extraordinária de Bem-Estar Animal (Sebema). Pelas manhãs, de segunda a quinta-feira, os animais são levados pelos tutores para passar pelo procedimento, que é realizado mediante agendamento após uma triagem e avaliação inicial. E pela tarde, são feitas as avaliações.

Além dos moradores do Bom Parto, cães e gatos de várias áreas de Maceió são levados para a cirurgia. A veterinária Larissa Rocha explica que o serviço é muito procurado por ser inédito no município e, atualmente, as famílias que mais precisam têm acesso gratuito.

“Pessoas de qualquer bairro podem vir até aqui. Avaliamos o animal e marcamos a cirurgia. Além de promover o bem-estar dos animais, prevenimos zoonoses que podem ser transmitidas aos seres humanos”, afirma.

Letícia Araújo, moradora do Jacintinho, levou seu gato Marley para ser esterilizado e elogiou a iniciativa da Prefeitura de Maceió. “Eu queria fazer isso há muito tempo, mas nunca tive condições. Se não fosse gratuito, não teria como fazer”, diz.

A Base oferece ainda serviços de consulta médica com clínico geral, pediatra e ginecologista, o que tem atraído muitas pessoas para o espaço. De acordo com Neda Poliane, gerente da Unidade Básica Geraldo Melo, que integra a Base, o estande da Saúde também oferece coleta de sangue pelo laboratório clínico local e agendamento de consultas especializadas e exames não laboratoriais.

Outra comodidade proporcionada pela Prefeitura aos moradores é a presença de uma farmácia no local. “O paciente sai da consulta e vai direto à farmácia pegar seu medicamento. Também pode agendar seu exame aqui mesmo. Temos uma procura enorme todos os dias, especialmente porque tínhamos algumas demandas reprimidas, e agora podemos atender à alta demanda da população”, ela explica.

Élida dos Santos foi atendida no local e elogia. Ela conta que ouviu sobre os serviços da Prefeitura através de um carro de som passando pelo bairro e logo procurou a Base. “O atendimento aqui é excelente. A Base tem sido muito útil para cuidar da saúde dos meus filhos. Tenho três crianças e todos foram atendidos pela pediatra. Eles adoram”, destaca.

Os atendimentos da Base são realizados das 8h às 12h, com exceção dos serviços que possuem horários especiais, que são: Saúde (das 8h às 20h), Bem-Estar Animal (das 8h às 18h); Fundação Municipal de Ação Cultural (das 18h às 20h às segundas, quartas e sextas) e Esporte (das 16h às 20h).

Foto: Jonathan Lins / Secom Maceió
Foto: Jonathan Lins / Secom Maceió