22 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Expresso

Bolsonaro tem 48h para explicar ao STF tentativa de fuga por embaixada

O prazo foi estabelecido pelo ministro Alexandre de Moraes

Bolsonaro queria fugir em comboio diplomático da Hungria, segundo jornal americano

Jair Bolsonaro tem 48 horas para se explicar ao Supremo Tribunal Federal sobre sua estadia na embaixada da Hungria no período de 12 a 14 de fevereiro, logo após ter seu passaporte apreendido, em operação da Polícia Federal.

O prazo foi estabelecido pelo ministro Alexandre de Moraes. A permanência do ex-presidente no local ocorreu poucos dias após a retenção do passaporte dele.

A notícia de Bolsonaro na embaixada foi publicada como furo de reportagem pelo jornal The New York Times, que revelou fotos e vídeos de segurança que mostram ele no interior do prédio.

Para o jornal, o caso foi de um pedido de asilo para depois fugir, considerando a apreensão do passaporte e o evidente medo de prisão do ex-presidente, envolvido na articulação de atos golpistas no Brasil.

Em nota, a defesa de Bolsonaro declarou que “o ex-Presidente da República, Jair Bolsonaro, passou dois dias hospedado na embaixada da Hungria em Brasília para manter contatos com autoridades do país amigo”.