21 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

#BolsonaroVagabundo: Presidente quer que férias não acabem e segue ignorando vítimas das chuvas

Temporais já deixaram 21 mortos, mais de 350 feridos e mais de 60 mil pessoas desabrigadas e desalojadas na Bahia

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), disse a apoiadores hoje que “espera não ter que retornar antes” do previsto de suas férias em Santa Catarina. A declaração foi gravada e divulgada pelo portal santa-catarinense ND Mais.

Sorridente, ele chegou a Santa Catarina ontem e deve voltar para Brasília apenas na próxima semana. Não há compromissos na agenda oficial do presidente.

Por declarações e ações como essa, Bolsonaro vem sendo criticado nas redes sociais por tirar férias e praticar atividades de lazer enquanto as chuvas atingem mais de cem cidades da Bahia. Ainda mais com o presidente seguindo no cargo neste período de férias.

Os temporais já deixaram 21 mortos, mais de 350 feridos e mais de 60 mil pessoas desabrigadas e desalojadas. Até o momento, o presidente mandou apenas seus ministros até a região afetada.

Depois de fazer essa declaração, Bolsonaro andou de moto aquática com sua filha mais nova, Laura – a que ele diz que não vai vacinar contra Covid-19. Um dia antes, ele saiu para pescar.

Essa é a terceira vez que o presidente aproveita dias de descanso no município, a cerca de 190 km de Florianópolis. Na semana passada, ele passou uma estada em Santos e Guarujá, no litoral Sul de São Paulo.

Por volta das 18h, a hashtag “BolsonaroVagabundo” liderava os trendings topics do Twitter. Internautas, políticos e famosos criticaram as atitudes do presidente em meio a tragédia da Bahia.

Ministros na defesa

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, rebateu as críticas a Bolsonaro e afirmou o governo federal atua no sul do estado nordestino desde novembro. Ontem, Bolsonaro disse que Marinho e o ministros da Cidadania, João Roma, estão acompanhando a situação na Bahia.

Damares também postou no Twitter, dizendo que o Governo Federal está “atento” à situaçaõ.

O governo liberou R$ 200 milhões para reconstruir rodovias prejudicadas pelas chuvas. Desse total, R$ 80 milhões serão para obras no Nordeste, R$ 70 milhões ao Norte e R$ 50 milhões para o Sudeste. O governo não informou quanto cada estado vai receber, mas apenas a Bahia foi contemplada no Nordeste.