16 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Brasil

Brasil supera 1 mil mortes por dengue este ano; Sesau investiga mais cinco mortes

Em todo Brasil, mais de 1,5 mil óbitos estão em investigação

O Brasil superou mais de 1.000 mortes por dengue de janeiro até esta quarta-feira (3). De acordo com o Painel de Arboviroses do Ministério da Saúde, foram registrados 1.020 óbitos pela doença no país. Ao longo de 2023, o número de mortes por dengue chegou a 1.079.

Conforme o painel, 1.531 morte estão sob investigação e os casos somam 2,6 milhões.

Nessa terça-feira (2), o ministério informou que oito unidades federativas brasileiras estão com tendência de queda no número de casos de dengue. São eles: Acre, Amazonas, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Piauí, Roraima e Distrito Federal.

“Os estados que estão com queda foi onde houve o início da epidemia. Para esses, a gente pode dizer que o pior já passou”, disse a secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente do Ministério da Saúde, Ethel Maciel, em entrevista coletiva.

Outros sete estados ainda permanecem com tendência de aumento: Alagoas, Bahia, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. Em 12 estados, os números estão estáveis.

Apesar do cenário, o Ministério da Saúde diz que é preciso continuar a vigilância contra a doença.

Alagoas

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) está investigando cinco óbitos que se enquadram em suspeita de casos de dengue, em Alagoas. Dois casos aconteceram em União dos Palmares e os outros três em Maceió, Santana do Mundaú e Viçosa.

Em 2024, Alagoas confirmou uma morte, que foi registrada em Atalaia, um jogador de futebol chamado João Leonardo Isidoro de Almeida Lau, de 19 anos. Ele possuía passagens pelo ASA e pelo CSE e morreu no último dia 19, Ele estava internado desde o domingo, 17 de março, no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió.

No Estado, já foram notificados 3.560 casos suspeitos de dengue no território alagoano, o que representa um aumento de 134,2% em comparação com o mesmo período de 2023.

arte dengue