5 de dezembro de 2023Informação, independência e credibilidade
Maceió

Câmara de Maceió debateu em audiência pública os valores da vida e da família

Além da família, da paz social e do combate às drogas, os participantes discutiram questões como o aborto

Audiência pública proposta pelo vereador Luciano Marinho (Podemos) discutiu, nesta sexta-feira (21), no Maceió Mar Hotel, na Ponta Verde, a defesa da vida e dos valores da família, sua importância para as relações com outros grupos sociais e os reflexos disso para a paz. O encontro contou com a participação de religiosos, representantes de entidades da sociedade civil e a população.

Ao abrir o debate, o vereador Luciano Marinho destacou a importância do momento e disse tratar-se de uma oportunidade para se fazer reflexão sobre a temática. “Construir uma cultura de paz social é responsabilidade de toda a sociedade, mas, o Estado precisa assumir o seu papel de promovê-la. E é isso que estamos fazendo”, afirmou.

Noélia Costa, do Fórum Permanente de Combate às Drogas, destacou que trabalha com prevenção à droga há 11 anos e disse que “é importante que a sociedade civil organizada esteja presente, discutindo este grave problema. As drogas estão destruindo tudo. Dependência química é uma doença crônica. Não tem cura. É preciso estar atento para o que vem ocorrendo, a banalização da criminalidade. O tema droga é um dos mais relevantes”, ela disse.

Além da família, da paz social e do combate às drogas, os participantes discutiram questões como o aborto.

Participaram ainda a deputada federal Rosinha da Adefal (Avante), Alan Balbino, diretor da Companhia Municipal de Administração, RH e Patrimônio (Comarph); representantes da Rede Estadual em Defesa da Vida; bispo Franklin Guimarães, presidente do Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Política; psicólogo Paulo Thiago de Araújo, do Grupo Escolhemos a Vida; da Pastoral da Saúde; pastor Manassés dos Santos, presidente da Comunidade Evangélica do Caminho, entre outros religiosos.