24 de maio de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Campanha de Vacinação contra a Influenza atinge apenas 29% do público-alvo em Alagoas

Para se vacinar, basta comparecer aos postos de imunização em qualquer um dos 102 municípios alagoanos, portando o Cartão de Vacinação

Vacinas são comprovadamente eficazes e a principal forma de manter o estado longe de surtos. Fotos: Carla Cleto – Ascom Sesau

A Campanha de Vacinação contra a Influenza atingiu 29,16% da população-alvo em Alagoas, uma vez que, das 1.228.780 pessoas preconizadas, 294.437 foram imunizadas até esta segunda-feira (29). O balanço da ação preventiva foi divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI/AL) em Alagoas.

Para se vacinar, basta comparecer aos postos de imunização em qualquer um dos 102 municípios alagoanos, portando o Cartão de Vacinação. A Campanha de Vacinação contra a Influenza vai até o próximo dia 31 de maio, conforme cronograma estabelecido pelo Ministério da Saúde (MS).

Além de crianças de seis meses a menores de seis anos, devem ser imunizadas também as crianças indígenas de seis meses a menores de nove anos. É importante salientar que, no caso das crianças que vão receber o imunizante pela primeira vez, deverão tomar duas doses, com um intervalo de 30 dias.

Também podem se vacinar contra a Influenza, os trabalhadores da saúde; gestantes; puérperas; professores dos ensinos básico e superior e os povos indígenas. A Campanha de Vacinação contra Influenza de 2024 é voltada ainda para os idosos com 60 anos ou mais; pessoas em situação de rua; profissionais das forças de segurança e de salvamento; e profissionais das Forças Armadas.

Ainda com relação à Campanha de Vacinação contra Influenza deste ano, as pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independentemente da idade) devem ser vacinadas. A ação de prevenção contempla, também, as pessoas com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores do transporte rodoviário coletivo; trabalhadores portuários; funcionários do sistema de privação de liberdade; população privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas, entre 12 e 21 anos.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, o médico Gustavo Pontes, as vacinas são comprovadamente eficazes e representam a principal forma de manter o Estado longe de surtos e epidemias.

“É preciso que toda a população alagoana se conscientize e tome a vacina da Influenza. Se você tem direito, procure um ponto de vacinação e se vacine. Essa nova vacina da gripe protege contra os atuais vírus que estão em circulação no país”, salientou o gestor estadual da saúde.