5 de março de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Casal deve fechar 2023 com patrimônio líquido de quase R$ 6,5 bilhões

Balanço é resultado da regularização de ativos da empresa e supera passivo a descoberto

Presidente da Casal, Luiz Neto destaca importância do patrimônio líquido da empresa para novos investimentos. Foto: Ascom Casal

A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) deve fechar o ano de 2023 com um patrimônio líquido em torno de R$ 6,5 bilhões. O montante será alcançado em virtude da regularização dos ativos da empresa.

Esse número é resultado de um trabalho de identificação e registro dos bens para o patrimônio da estatal. “O que a gente fez foi trazer aquilo que a gente já tinha de ativos de todas as naturezas para dentro do patrimônio da companhia, como imóveis e contratos de produção de água”, ressaltou o presidente da empresa, Luiz Neto.

Com isso, segundo o gestor, a Casal deixa de ter um “passivo a descoberto” de R$ 177,5 milhões negativos em 2022 para um patrimônio líquido de aproximadamente R$ 6,5 bilhões. O número final será publicado no próximo balanço da companhia, no começo de 2024, e vai reforçar a possibilidade da empresa obter recursos para novos investimentos em benefício da população.

“O patrimônio líquido é a saúde financeira da empresa, é uma garantia de longevidade da Casal. Significa que seus ativos superaram os seus passivos. Assim, mesmo que a companhia registre um prejuízo de exercício do ano em curso, o patrimônio vai superar em muito esse número. Com um patrimônio maior, a estatal terá um limite maior, por exemplo, para contrair empréstimos”, apontou o presidente.

Ao salientar que o resultado é histórico para a empresa, visto que agora ela se apresenta em outro patamar de saúde financeira, Luiz Neto também relatou o apoio do governador Paulo Dantas, “que recuperou a saúde financeira da Casal e a colocou em uma condição no mercado apta para investimentos, para captar recursos com instituições como BNDES e Banco do Nordeste e aplicar na construção ou recuperação de estações de tratamento de água para, assim, melhorar seus serviços”.

“O governador está interessado na continuidade da empresa como uma companhia forte e competitiva no mercado”, acrescentou.

Além do apoio do governador, o presidente explicou que a situação foi alcançada devido a uma gestão interna com foco em regularizar os ativos, organizar o patrimônio e o balanço da empresa.

Os resultados oficiais serão publicados até o mês de abril de 2024, após auditoria contábil independente e checagem de todos os números pelos conselhos e comitês aos quais a Casal é vinculada.