16 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Policia

Caso Marielle: Lewandowski diz que MPF tem elementos para denunciar mandantes

Já o ministro Alexandre Moraes determinou que o sigilo do caso fosse retirado

Lewandowoski e Andrei Rodrigues fazem coletiva sobre o relatório de quase 500 páginas do caso Marielle

O diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Rodrigues, afirmou que o relatório da corporação sobre os assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes tem quase 500 páginas e aponta que Chiquinho Brazão e Domingos Brazão foram os mandantes.

De acordo com Andrei, as motivações para o crime foram diversas, mas especialmente envolvem divergências sobre legalização de terras no estado.

Segundo o o delegado federal. durante o processo de investigação, houve intromissão indevida para desviar o foco das investigações dos verdadeiros mandantes do crime.

 Já o ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, destacou que existem elementos suficientes para que o Ministério Público Federal (MPF) apresente denúncia contra os envolvidos no crime.

“O relatório da PF está pronto, com mais de 470 páginas. Já consta nos autos. Esta etapa está concluída. O material já deve permitir que o MPF apresente uma denúncia, se for o caso. Evidentemente não há prazo para o oferecimento da denúncia. É um caso extremamente complexo. A impressão que temos é de que existem elementos suficientes nos autos para apresentação de uma denúncia”, disse Lewandowski.

 Por sua vez, o ministro relator do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, determinou que fossem retirados os sigilos que envolvem as investigações.