18 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Esportes

Partida entre Coritiba e Cruzeiro é marcada por batalha campal após invasão de organizadas

Torcedores mineiros e paranaenses se enfrentam no gramado da Vila Capanema depois de o Coxa abrir o placar; partida chega a ser interrompida, mas é finalizada

Reprodução

Por Dyego Barros

Torcedores uniformizados de Cruzeiro e Coritiba promoveram uma verdadeira batalha campal, na tarde deste sábado (11), na Vila Capanema, em Curitiba, durante encontro entre as equipes que disputam a Série A do Brasileirão, válido pela 33ª rodada da competição.

Lutando contra o rebaixamento, paranaenses e mineiros empatavam sem gols até os minutos finais do duelo, mas quando o 0 a 0 já parecia decretado, Robson deixou o Coxa na frente, nos acréscimos, aproveitando um lance de bola parada. A partir daí, iniciou-se uma grande confusão. Isto porque, enquanto os jogadores do Alviverde ainda comemoravam, o emocionante desfecho da partida acabou dando lugar a cenas lamentáveis que certamente rodarão o mundo.

Posicionados atrás de um dos gols, integrantes da torcida Máfia Azul iniciaram uma grande invasão ao gramado, assustando os atletas de ambos os times, que imediatamente se refugiaram nos túneis de acesso aos vestiários. Em resposta a atitude dos cruzeirenses, membros da Império Alviverde, organizada do clube mandante, também adentraram o campo. O que se viu em seguida foi um festival de socos, pontapés e troca de agressões mútuas. Em baixo número, seguranças do estádio sofreram para controlar a situação, contornada apenas após a chegada da Polícia Militar.

Devido às cenas de selvageria, o jogo chegou a ser interrompido. Entretanto, depois da retirada dos envolvidos das arquibancadas, o árbitro Bráulio Machado determinou a conclusão do tempo regulamentar, que não teve o placar alterado.