27 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Ciência vence histeria do negacionismo: O Brasil já tem vacinas aprovadas

São Paulo começa vacinação nesta segunda-feira

O Brasil tem vacinas aprovadas pela Anvisa

Finalmente, a ciência derruba as querelas do governo federal contra a vacina no Brasil. Enfim,  a Anvisa aprovou as vacinas Coronavac, de origem chinesa, e a de Oxford, inglesa, produzidas no Instituto Butantã e na Fiocruz.

Com o certificado de aprovação das vacinas nas mãos, o governo de São Paulo já anunciou o inicio da vacinação para esta segunda-feira, 18. Será, portanto, umdia histórico no País, na luta contra a Covid-19.

O uso emergencial, em caráter experimental, da CoronaVac, vacina desenvolvida pela biofarmacêutica chinesa Sinovac e distribuída no Brasil pelo Instituto Butantan, e do imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca, traz mais que fio de esperança para a populaçao brasileira. Traz, na verdade, a certeza de que a ciência é sempre maior que a histeria do negacionismo.

A solenidade deste domingo, 17, São Paulo representa  a última etapa para disponibilizar os imunizantes contra a covid-19 para toda a população brasileira

A Diretoria Colegiada da Anvisa, formada por 5 diretores técnicos — entre eles o presidente Antonio Barra Torres –, analisa desde as 10h os pedidos de uso emergencial, temporário e experimental do Instituto Butantan e da vacina AstraZeneca/Universidade de Oxford, distribuída no Brasil pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz). É o penúltimo dia do prazo que a Anvisa estabeleceu para divulgar sua decisão. Assista no canal do Poder360 no YouTube.

EIS OS VOTOS DOS DIRETORES :

  • Meiruze Sousa Freitas (relatora): favorável à aprovação das vacinas CoronaVac e Oxford/AstraZeneca;
  • Romison Rodrigues Mota: favorável à aprovação das vacinas CoronaVac e Oxford/AstraZeneca;
  • Alex Machado Campos: favorável à aprovação das vacinas CoronaVac e Oxford/AstraZeneca;
  • Antônio Barra Torres: favorável à aprovação das vacinas CoronaVac e Oxford/AstraZeneca e
  • Cristiane Rose Jourdan Gomes: favorável à aprovação das vacinas CoronaVac e Oxford/AstraZeneca.

Os diretores analisaram pareceres elaborados por três equipes da agência, formadas, ao todo, por 50 pessoas: a 1ª é a de registro de medicamentos; a 2ª, certificação de boas práticas de fabricação; e, por último, a  de farmacovigilância de medicamentos. As 3 áreas recomendaram a liberação.