16 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Cinco mulheres são flagradas pelo bodyscam com drogas em Alagoas

Equipamento permite a inspeção corporal por meio da emissão de baixas doses de raios-X

Investimento em tecnologia é prioridade para o Governo de Alagoas e a Secretaria de Ressocialização e Inclusão Socia. Foto: Ascom Seris

Os investimentos em novos equipamentos de bodyscan garantiram o aumento do número de apreensões de drogas levadas por visitantes. Somente neste fim de semana, cinco mulheres foram flagradas e autuadas com drogas (maconha) e boró (expressão usada para fumo utilizado para a fabricação de cigarros).

As mulheres – uma delas gestante – tentaram entrar com o material ilícito na Penitenciária de Segurança Máxima (PenSM), mas foram impedidas por policiais penais com experiência e capacitação para esse tipo de ocorrência. As visitantes foram encaminhadas à Central de Flagrantes, no Farol, em Maceió, e autuadas pela equipe plantonista.

O investimento em tecnologia é prioridade para o Governo de Alagoas e a Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), assim como a capacitação dos servidores que atuam no combate à criminalidade.

A equipe de plantão – atenta aos movimentos dos presos durante a visita e obedecendo procedimento padrão – encontrou quatro aparelhos celulares, que foram tirados de circulação dentro da unidade prisional.

“O bodyscan nos dá toda a qualidade, todo o suporte para que a gente possa fazer essas apreensões dentro do corpo delas através das imagens captadas por ele, contribuindo para a segurança dos alagoanos”, destacou a policial penal Adriana Gil dos Santos.