1 de março de 2024Informação, independência e credibilidade
Esportes

Com hat-trick de Anselmo Ramon, CRB bate o CSA e assume a ponta do Alagoano

Centroavante regatiano decide o clássico e desponta na artilharia da competição

Anselmo Ramon faz a festa da torcida regatiana no primeiro clássico da temporada – Foto: Ailton Cruz


Por Dyego Barros

O CRB levou a melhor sobre o CSA no primeiro Clássico das Multidões da temporada. Em encontro válido pela 3ª rodada do Alagoano 2024, o Galo fez prevalecer a qualidade técnica do seu grupo de jogadores e venceu o arquirrival pelo placar de 3 a 1, no Rei Pelé, em um jogo de tempos distintos, decidido pelo faro de gol de Anselmo Ramon. Aos 35 anos, o camisa 9 foi o cara da partida, anotando um hat- trick em cima do time marujo, para despontar na artilharia do Estadual. Gustavo Xuxa, em cobrança de falta, fez o gol solitário do Azulão.

O jogo

Dono das ações na primeira parte do clássico, o Galo apresentou seu cartão de visitas logo aos 6 minutos jogados. Depois de um cochilo de Jean Pierri, Anselmo Ramon saiu na cara de Deivity, mas desperdiçou a chance. Confuso, o sistema defensivo do CSA abusava dos erros e se via envolvido pelos homens de frente do CRB. Aos 30’, Hereda encontraria novamente o centroavante regatiano, numa ótima trama ofensiva. Bem posicionado na pequena área, Anselmo Ramon apenas escorou para abrir o marcador: 1 a 0 CRB (30’). Acoado, o Azulão seguiu sofrendo e concedendo chances. Aos 44’, Léo Pereira foi derrubado por Jean Pierri dentro da área e o árbitro Denis Ribeiro Serafim não hesitou ao apontar para a marca da cal, assinalando penalidade máxima. Responsável pela cobrança, Anselmo Ramon ampliou, deslocando o goleiro: 2 a 0 (45’).

Após a volta do intervalo, o cenário mudou. Mais inteiro fisicamente, o Azulão passou a pressionar o rival e, a 27 minutos do fim, voltou ao jogo, quando Gustavo Xuxa contou com o quique da bola para enganar Matheus Albino e descontar o marcador, cobrando falta de longa distância: 2 a 1 (63’). Inflamados pelas grandes arquibancadas, que eram azulinas devido ao mando de campo, os comandados do técnico Marcelo Cabo chegaram a ensaiar um abafa para cima dos “visitantes.” No entanto, Anselmo Ramon apareceria novamente, no apagar das luzes (86’), para dar números finais ao duelo, finalizando – de perna direita – da entrada da área: 3 a 1.

Como fica?

Com o resultado, o CRB mantém os 100% de aproveitamento, chega aos 9 pontos e assume a ponta da tabela de classificação, ultrapassando o próprio CSA, agora vice-líder do certame, com 6 pontos.

Agenda

Na próxima semana, as equipes voltam a campo pela rodada inaugural da Copa Alagoas. Enquanto o Galo recebe o Aliança, no Rei Pelé, às 15h15 de quinta-feira (1), o CSA visita o Coruripe um dia antes, às 19h30.