24 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Com investimento de R$ 2,2 milhões, Uncisal conclui reforma e modernização de centro de reabilitação

Espaço teve estrutura física ampliada e ganhou novo mobiliário; unidade oferta serviços de reabilitação física, auditiva e intelectual

A inauguração do novo espaço acontece nesta quarta-feira (13), às 11h. Foto: Ascom Uncisal

Com investimento aproximado de R$ 2,2 milhões, a Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) concluiu a reforma e modernização do Centro Especializado em Reabilitação III (CER III), localizado no Trapiche da Barra, em Maceió.

A unidade assistencial ligada à Uncisal oferece para a população serviços de reabilitação física, auditiva e intelectual, além de consultas médicas especializadas. A inauguração do novo espaço acontece nesta quarta-feira (13), às 11h.

Um espaço anexo ao CER III foi totalmente revitalizado para abrigar os serviços de Fisioterapia e Fonoaudiologia da unidade. A ampliação vai possibilitar não apenas a melhoria na qualidade do atendimento, mas o aumento na oferta de serviços. Entre as melhorias, está a criação de uma sala de integração sensorial, de uma sala de psicologia infantil e ampliação da sala de estimulação precoce.

Os pacientes também contarão com um espaço-família, com equipamentos e mobiliários para facilitar a permanência dos mesmos durante o turno de atendimento, proporcionando maior conforto e suporte em especial às necessidades das crianças.

Serão ofertados nos novos espaços exames audiológicos, como audiometrias, emissões otoacústicas, vectoeletronistagmografia e Processamento Auditivo Central; terapias nas especialidades: fisioterapia, fonoaudiologia e psicologia para todas as faixas etárias; e consultas médicas em diversas especialidades relacionadas às reabilitações auditiva, física e intelectual. O CER III também fornece aparelhos auditivos.

“Os serviços de fisioterapia e fonoaudiologia ofertados pelo CER III passam a contar com ampla estrutura física, com salas espaçosas e arejadas, com todas as características, dimensões e estrutura para a realização de atendimentos de reabilitação, atendendo aos requisitos dispostos nas portarias ministeriais da Rede da Pessoa com Deficiência”, explicou Janayna Cajueiro, coordenadora do CER III.

Além da ampliação da estrutura física, o Centro Especializado em Reabilitação III também teve o mobiliário renovado e parte dos equipamentos atualizados. “O espaço está equipado com mobiliário novo e alguns espaços de reabilitação física também estão recebendo novos equipamentos. Os equipamentos da reabilitação auditiva são equipamentos atualizados, adquiridos recentemente, não sendo necessária a sua substituição”, acrescentou a coordenadora do serviço.

Para o reitor da Uncisal, Henrique de Oliveira Costa, a reforma e ampliação do CER III tem um significado especial para a universidade. “Essa é mais uma entrega que estamos fazendo dentro de um grupo emblemático, que estava no planejamento da universidade há muitos anos e que não saía do papel, como o Biotério, como o Serviço de Nutrição e Dietética do Hospital Escola Helvio Auto e o Cedim. Esses eram gargalos que nós conseguimos superar e, agora, entregamos mais um serviço para a nossa população”, pontuou.

A vice-reitora da Uncisal, Ilka do Amaral Soares, destaca que a conclusão da reforma do Centro Especializado em Reabilitação III representa a concretização de um antigo sonho. “Nós começamos a idealizar essa reforma em 2011, quando eu era diretora da Faculdade de Fonoaudiologia, e que só agora nós conseguiremos realizar. Esse era um compromisso que eu tinha e só foi possível concretizar graças ao envolvimento de muitos parceiros. O nosso CER agora é, sem dúvidas, o Centro mais bem estruturado do estado”, expôs.

Conforme o engenheiro Caio Corte, responsável pela Coordenação de Engenharia e Arquitetura (Cearq) da Uncisal, a ampliação e a modernização do CER III teve custo total aproximado de R$ 2,2 milhões e duração de oito meses. “Os espaços foram pensados para executar cada atividade específica desenvolvida pelo centro, atendendo às normas técnicas previstas na legislação da área”, concluiu o engenheiro.