29 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Começa a vacinação em Alagoas e primeira imunizada é assistente social

Plano Estadual de Vacinação do Governo de Alagoas recebeu ontem à noite a carga com 87.760 doses da CoronaVac

A supervisora Assistencial do Hospital da Mulher Dr.ª Nise da Silveira (HM), Marta Antônia de Lima, de 50 anos, foi a primeira pessoa em Alagoas a tomar, nesta terça-feira (19), a Coronavac, vacina do Instituto Butantan, produzida com o laboratório chinês Sinovac. A vacinação aconteceu no Hospital Metropolitano de Maceió.

Marta Antônia é a irmã mais velha de cinco irmãos. Viúva, ela mora com a filha Ana Flávia, de 24 anos. Pesando 83 quilos, distribuídos em 1,62 metro de altura, a mulher de traços indígenas não apresenta nenhum tipo de comorbidade e, desde o início da pandemia, tem tomado as precauções necessárias para não se infectar com o vírus. Cuidadosa, ela não contraiu a Covid-19.

Ao chegar à sala de vacinação, montada pela equipe do Hospital Metropolitano, Marta Antônia foi recebida pelo governador Renan Filho, pelo secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, e pela equipe do Programa Nacional de Imunização (PNI), da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). De pé, ela não ficou nem um pouco nervosa quando recebeu a primeira dose do imunizante. Só fechou os olhos e agradeceu.

Vacinação

Dez meses após o primeiro decreto de emergência, Alagoas aplicou a primeira vacina contra Covid-19 em uma alagoana. A assistente social Marta Antonia, de 50 anos, recebeu nesta terça-feira, 19, no Hospital Metropolitano, no bairro Cidade Universitária, em Maceió, a primeira dose da CoronaVac, vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a empresa chinesa Sinovac.

A aplicação deu início ao Plano Estadual de Vacinação do Governo de Alagoas, que recebeu ontem à noite a carga com 87.760 doses da CoronaVac.

Neste início serão vacinados aproximadamente 6.300 profissionais de saúde do setor público, indígenas, e pessoas com mais de 75 anos que vivem em abrigos.

A partir desta terça, as doses serão levadas até os outros 101 municípios do interior do estado por transporte terrestre e aéreo, com a escolta das forças da Segurança Pública de Alagoas, como garantiu o governador Renan Filho.