19 de maio de 2024Informação, independência e credibilidade
Mundo

Congressistas dos EUA querem banir o TikTok do País

Eles alegam que o aplicativo causa risco à segurança nacional

O Congresso norte-americano passou a se mobilizar para banir dos Estados Unidos o aplicativo de redes sociais Tik Tok, propriedade da empresa chinesa Byte Dance.

Controlada pelos republicanos à direita, a Câmara dos Deputados, deu uma outra alternativa a empresa dona do Tik Tok: vender o aplicativo para os Estados Unidos. Os congressistas são os mesmos que defendem o X (antigo Twitter) de Elon Musk, no Brasil.

O novo texto, que dará à ByteDance um ano para vender seu aplicativo de vídeos, ganhou o apoio de Maria Cantwell, presidente da Comissão de Comércio do Senado, o que aumenta muito suas chances de aprovação.

O projeto anterior, aprovado pela Câmara dos Deputados no mês passado com forte apoio bipartidário, daria à ByteDance seis meses para a venda.

Os congressistas acusam o TikTok de oferecer riscos à segurança nacional pelo fato de a China poder exigir da companhia o compartilhamento de dados dos seus 170 milhões de usuários norte-americanos.

A empresa disse que os limites ao aplicativo violariam o direito dos usuários norte-americanos à liberdade de expressão, protegido pela Primeira Emenda da Constituição dos EUA, e afetariam 7 milhões de empresas que, segundo ela, usam o aplicativo no país.