19 de maio de 2024Informação, independência e credibilidade
Esportes

CPI da Manipulação de Jogos ouve John Textor, do Botafogo, nesta segunda Compartilhe este conteúdo no Whatsapp Fonte: Agência Senado

A CPI da Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas tem reunião marcada para esta segunda-feira (22), às 15h, para ouvir o empresário John Textor, sócio majoritário da Sociedade Anônima de Futebol (SAF) Botafogo de Futebol e Regatas. Os requerimentos para o convite a Textor foram apresentados pelo presidente da comissão, senador Jorge Kajuru (PSB-GO), e pelo relator, senador Romário (PL-RJ) — REQs 25/202412/2024, respectivamente.

Romário argumenta que Textor tem feito “inúmeras declarações à imprensa de que possui provas sobre casos de manipulação de resultados envolvendo diversas partidas de futebol das séries A e B do campeonato brasileiro”. Segundo Romário, Textor tem afirmado “reiteradamente que está disposto a apresentar essas provas para as autoridades competentes, no sentido de se investigar e tomar providências”. O relator ainda diz que o dono do Botafogo “tem o dever de expor o que sabe”.

Na mesma linha, Kajuru registra que Textor alega possuir provas de corrupção e manipulação de resultados envolvendo árbitros e jogadores de renome no futebol brasileiro. Kajuru afirma, em seu requerimento, que é importante o comparecimento do empresário à CPI na condição de testemunha, inclusive com os “relatórios e provas que alega possuir”. Segundo o presidente da CPI, “nossa sociedade merece um esporte limpo e justo, e é nosso dever assegurar que isso aconteça”.

Kajuru lembra que Textor diz ter até gravações que indicam prática de suborno envolvendo árbitros de futebol. Também segundo denúncia de John Textor, cinco jogadores do São Paulo teriam atuado abaixo do ideal em um jogo contra o Palmeiras no campeonato brasileiro do ano passado. A partida terminou em 5 a 0 para o Palmeiras e representou uma virada na campanha que terminaria com o título para a equipe alviverde. Palmeiras e São Paulo já anunciaram a intenção de processar Textor.

A CPI

A CPI da Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas foi instalada no dia 11. Criada por um requerimento do senador Romário (RQS 158/2024), a comissão é composta por 11 senadores titulares e 7 suplentes, com previsão de durar 180 dias. O objetivo da CPI é investigar fatos relacionados às denúncias e suspeitas de manipulação de resultados no futebol brasileiro, envolvendo jogadores, dirigentes e empresas de apostas.